quarta-feira, setembro 10, 2008

Lance Armstrong no Tour de 2009

Fonte: AFP

O americano Lance Armstrong, que anunciou seu retorno ao ciclismo profissional na terça-feira (ontem) depois de três anos de ausência, será aceito na Volta da França, competição que venceu sete vezes, se respeitar as regras antidoping, informou Christian Prudhomme, diretor da prova.

"A partir do momento que sua equipe e ele mesmo se submeterem às regras, particularmente em termos de doping, será aceite", declarou Christian Prudhomme à AFP, acrescentando que "as suspeitas acompanharam suas vitórias desde 1999".

"Classifico a volta dele como um desafio. Poucos atletas retornaram com êxito como Michael Jordan. É um verdadeiro desafio retornar depois de três anos parado".

"Além disso, existe a idade. Terá 37 anos em uma semana. Sempre se pode dizer que Raymond Poulidor acabou em segundo no Tour com 38 anos (em 1974), e terceiro (em 1976) com 40", acrescentou Prudhomme.

Heptacampeão do Tour de France entre 1999 e 2005, Lance Armstrong anunciou na terça-feira a retomada em 2009 da carreira de ciclista profissional.

7 comentários:

Luis Almeida disse...

Boas pessoal, não sei se alguns de vós estiveram atentos a ultima parte da transmissão da Vuelta (dia 10/09/08) da eurosport? Quase no final Pedro Martins informou que surguiu um comentário do Jan Ullrich no qual ele dizia a um jornalista alemão acerca da volta de LA "se LA volta a competir pq não eu voltar tambem?" Será que vamos voltar a ter as grandes lutas de outros tempos??
Fiquem bem...

Neowex disse...

Com a presença do Lance o tour de france será diferente para melhor na minha opinião. Será que ele vai ganhar? Ele saiu em grande do tour de france! Agora entrar para voltar a competir e não ganhar será um erro na minha opinião.

Mas acredito que ainda tenha muito para dar!

Esperemos para o ano!

paulo rebelo disse...

A veterania a dar cartas! Se a vitória fosse certa, perdia o intreresse. Se ganhar, regressa em grande. Se perder, sai com mérito de se bater c "putos" novos por uma causa nobre. Ou seja, quer ganhe ou perca, será sempre uma vitória do ciclismo.

melo disse...

Uma coisa é certa, atletas com o calibre do Lance não dão "tiros no escuro". Ele já tem isto tudo controlado e pensado, resta aquardar a composição da futura equipa.

jormed disse...

Concordo com a análise do Rebelo
Se vencer, será uma bofetada das grandes nos "putos" da parte de um quase Veterano B... lol
Se perder não beliscará em nada a sua brilhante carreira, pois ninguém lhe vai exigir tanto como exigiria por exemplo quando tentou e conseguiu vencer o sétimo tour.

Ele esteve ausente o tempo suficiente para entrar agora de uma forma mais descontraída e por um motivo que é sem dúvida de salutar (luta contra o cancro)... mesmo que o principal motivo do seu regresso não seja esse, pelo menos tem dado (e irá dar) para relembrar o tema!

Depois há ainda um outro interesse do Armstrong... partindo do princípio que ele nunca se dopou (só ele é que sabe), e tendo em conta os avanços registados nos últimos anos na luta contra o doping, se ele passar "limpo" numa volta à França e com um bom resultado (mesmo que não vença - basta um lugar no Top 10), será mais uma bofetada em muita gente, sobretudo aos jornalistas do "L'Équipe". Na minha opinião este é a principal motivação dele... vai uma apostinha?... lol

Para já estou a aesfregar as maõs de contente, pois será um motivo EXTRA de interesse para 2009.

paulo rebelo disse...

realmente a questão do doping foi um assunto q ficou pendente que ele irá querer limpar antes de ficar demasiado velho pra ganhar sem doping, hé,. he´hé...

Ludovic disse...

...concordo com todos, e digo mais ainda. Para mim, para ser mesmo interessante, seria meter a correr lado a lado no Tour com o Armstrong, os irmãos schleck, Ulrich, Ricardo Ricco, Rasmussen, Floyd Landis, Alberto Contador, e já agora porque não tb o Pantani se fosse vivo. Não ponho o Indurain, apesar de ser o meu preferido no lote de nomes, porque já leva os 44 anos... mas se calhar ainda ia envergonhar mta boa gente se corresse ;)... Seria a corrida dos gigantes, e resta salientar que como o Tour tem os melhores controles anti-dopping, mtos destes nomes suspeitos ou correm limpos, ou ficariam com as suas carreiras manchadas...iam sendo eliminados, como já acontece actualmente.