quarta-feira, junho 10, 2009

III TAÇA ANIMA ESTRADA - Resultados de Vila Franca do Campo

III TAÇA ANIMA 2009 - Resultados E#1



III TAÇA ANIMA 2009 - Classificações após E#1


Pois bem. O nervosismo já lá vai. Foram várias semanas a aguardar por umas pedaladas e podemos dizer que todos estiveram à altura do acontecimento. Andamentos muito bons, muitas lutas a vários níveis. Não vale a pena entrar em muitos detalhes, pois isso depois cada um pode fazer a sua análise.

Quando se vê o empenho de tanta gente para que tudo corra bem, só se pode ficar satisfeito. Um agradecimento muito especial à autarquia de Vila Franca do Campo que nos recebeu da melhor forma possível. Ao Sub-Chefe Moniz da PSP local que como sempre foi incansável para garantir a segurança do evento. Ao agrupamento n.º 436 de Vila Franca do Campo do Corpo Nacional de Escutas. Aos motards do Clube Motard de São Miguel que ajudaram durante o decorrer da prova.

Deixava algumas curiosidades sobre a prova, por comparação com o ano passado. Hoje estou bem-disposto e apetece-me escrever um bocadinho... lol
E começo pelo vencedor de hoje, o Luís. Este ano o Luís retira um total de 34 segundos ao seu tempo de 2008 (1h44m21s em 2009 e 1h44m55s em 2008). Pode não ser muito significativo à primeira vista, mas se tivermos em conta que este ano o Marco estava excepcionalmente lento e os primeiros 4,5km feitos hoje atrás do Fiat vermelho (o Suzuki cinzento andava mais... lol) foram 1m53s mais lentos que no ano anterior, podemos ver como o Luís estava endiabrado. Ele retira 2m27s ao tempo de 2008, se não contarmos com a largada simbólica - ou seja, na prova a "doer" propriamente dita.
Ficam aqui os parabéns a ele e a toda a sua equipa que esteve ao nível do esperado.

Confirmou-se o que se esperava do Nuno Silva e também que a malta da Terceira (Jorge e Rui) têm "dado para a chapa" nas estradas da Terceira. São sem dúvida uma mais-valia para esta competição. O Bruno foi o azarado do dia com a queda a subir as Pedras do Galego. No fim-de-semana vingas-te disso... lol.

Termino referindo para mim aquela que foi a grande surpresa do dia - um "senhor" chamado Roberto Gandarinho. O rapaz é "boa-onda" e teve uma estreia e pêras na estrada ;)

Encontro marcado para as rectas amanhã de manhã a partir das 9h00 para quem quiser ;)

Fiquem bem!

15 comentários:

ANC disse...

Boas...

Pessoal grandes provas sim senhor... Grande espírito! Excelentes resultados e alguns surpresa (para alguns...)
A queda do Bruno foi de facto uma pena! Mas ele está lá! O Nuno mais uma grande prestação! E o Almeida nem vale a pena dizer nada já é habitual :):) sempre à morte :):)...
O Gandarix... Surpresa? Sim mas Muita força de vontade e treino também!!! Não faltaram poses para fotografias e mãos fora do guiador sempre com o seu estilo.... :)
Tas um bixo!!! De cara :) Continua a treinar!!!!!!!

Abraços

Carlos Silva disse...

Ups ANC devia ser Carlos Silva :)

Ludovic disse...

Parabéns a todos os intervenientes, desde Organizador de Prova, Colégio de comissários, Policia, Escuteiros, Patrocinadores, equipas, ciclistas, comunicação social, Motards, apoiantes e representantes da ACA (Espero não me ter esquecido de ninguem, pois todos estiveram bem), pela excelente prova que todos tivemos o prazer de participar.

Hoje foi um dia que o ciclismo voltou a ganhar pela qualidade da corrida, numero de participantes na estrada e qualidade dos mesmos ciclistas. Penso que todos gostaram cada um há sua maneira da prova e como esta decorreu.


No entanto há uma situação de regulamento que eu como representante da equipa do Santa Clara vou ter que voltar a salientar, porque é uma situação que penso ser nova, estreada unicamente na nossa Taça Anima, que é o modo como é feita a classificação colectiva (voltar a salientar porque já a tinha referido na reunião realizada à uns dias atrás na ACA, como se devem recordar...os que lá estiveram). Manifestei o meu desacordo quanto a este "novo" processo de classificação colectiva na altura que mo foi apresentado. Já troquei impressões com mais pessoas ligadas ao ciclismo de estrada (apenas para ter mais opiniões sobre esta matéria)e o resultado é único. O regulamento da forma que ficou (quer tenha sido orientado ou definido pela federação ou quem quer que seja)transforma as nossas provas de estrada em XC ou DH sobre Asfalto, em termos de resultados de equipas mas desta feita com tempos, e vem até tirar algum do entusiasmo que as provas de estrada têm devido às movimentações de equipa(É certo que somos pequenos, mas se fartamo-nos de ver provas de ciclismo no resto do mundo e como estas decorrem, faz todo o sentido que as nossas sejam o mais semelhante possivel... mas nas "Ilhas"-em ponto pequeno).
Para concluir, quero apenas salientar que este ponto do regulamento que estabelece o modo como é feita a classificacao colectiva(Se não me engano, o ponto 6.3) vem desvirtualizar o resultado final dos colectivos em prova, como se comprovou nesta primeira prova do arranque da Taça, em que este método foi "estreado", e prejudica fortemente as equipas que não possuem representatividade em todos os escalões, bastando para tal analisarmos a tabela dos 10 primeiros à geral.
Como é óbvio, falo porque teriamos sido 2ºs à geral colectiva. Penso que nós(Santa Clara) e a CCSpecialized fomos os lesados desta novidade. A CCSpecialized porque acaba por nem se qualificar(leva 0 PONTOS para casa) mesmo tendo tido 3 elementos a terminarem a prova.
Bem, aguardo novidades, se quiserem trocar impressões cmg(telemovel ou reunirmos), façam isso, porque da maneira que está, podemos começar a entregar as Taças das equipas já amanhã.
O Santa Clara tem uma equipa de ciclistas amadores e que gostam muito de correr. Não tem infelizmente Homens q dedicam "meia-vida" ao desporto como na PH ou a representatividade do NC em todos os escalões.

Abraço

jormed disse...

Eu compreendo o teu desabafo, mas se me permites, e se falaste com mais pessoas ligadas ao ciclismo com a abordagem correcta, a particularidade das nossas provas começa exactamente por termos corridas de estrada com todos os escalões ao mesmo tempo (isto é altamente "ikegal").
Esta é que é a principal questão nas nossas provas que leva à situação actual.

Nas provas de estrada que habitualmente vemos na TV, estão todos a correr no mesmo escalão, e por serem todos do mesmo escalão é que se retiram sempre os 3 primeiros tempos à geral (porque estamos a falar de um único escalão). Ou são prova de Elites, ou de Veteranos ou de Juniores... nunca os 2 em simultâneo.

Por exemplo, antes desta "crise" actual falou-se na possibilidade da vinda do continente de algumas equipas profissionais para fazer uma prova em P. Delgada em Setembro. Dos atletas locais, apenas os Elites e Sub-23 poderiam integrar essa prova. Os veteranos não iriam poder alinhar nessa hipotética prova. Eu sendo Veterano, não poderei por exemplo inscrever-me numa volta a Portugal, mesmo que quisesse... teria de tirar a licença de Elite tal como fez o Luís este ano.

Se fossemos a aplicar os regulamentos à risca aqui na ilha, nem podíamos ter feito aquela prova de ontem... tínhamos de ter feito uma corrida para cada escalão. Vamos dar-nos por satisfeitos por podermos fazer corridas da forma como estamos a fazer...

Para poder fazer uma classificação colectiva de uma prova onde estão a correr 4 escalões em simultâneo, não me escandaliza que tenhamos em conta os resultados em vários escalões.

De que é que serve dizer que uma equipa é a melhor numa prova onde correm 4 escalões em simultâneo, se essa equipa apenas classifica com 3 atletas, todos do mesmo escalão?
Relembro que estão em prova 4 escalões diferentes, onde os atletas interagem todos entre si (Sub-23 que ajudam Elites, Veteranos A que ajudam Sub-23, Veteranos B que ajudam Veteranos A, etc, etc, etc...)

Ontem apenas a CC/Specialized foi prejudicada, porque os seus 2 atletas inscritos na FPC em Veteranos B não alinharam à partida. O Santa Clara e a PH/Sportzone estão representadas em 3 escalões...

Para terminar, não podes ver a hipotética questão do 2.º lugar do Santa Clara dessa forma. Se a classificação colectiva ontem fosse de forma diferente o NC teria tido uma abordagem diferente à prova e no decorrer da prova teria tomado opções diferentes. Provavelmente eu não teria ficado nas Pedras do Galego à "espera" do Pux (o Viveiros foi testemunha disso), nem o André teria trabalhado tanto e ter literalmente atrasado o seu andamento por diversas vezes para me ajudar ao Pux e a mim próprio (na Lagoa do Congro, onde não passei muito bem e tive algumas dificuldades). Agimos ontem daquela forma tendo em conta o desenrolar da corrida e fazendo contas precisamente por causa da luta com o Santa Clara.

Abraço!

Ludovic disse...

Posso dizer, e muitos mais podem dizer (dos "velhinhos" que já andam na roda 28 à muitos anos) que também já vimos, assistimos e participamos em "campeonatos" de estrada (denominados de taças actualmente) com vários escalões presentes sem qualquer ilegalidade, em que para as equipas contavam os resultados dos 3 primeiros a chegarem.
A questão passa toda pela adaptação que fazemos do regulamento das provas ao nosso meio, e deixa-me dizer-te mais uma vez, que este ponto da classificação colectiva não se ajusta ao "nosso Universo", assim como se optassemos por incrementar o numero de ciclistas para "os 5 primeiros", também não seria justo por termos uma equipa que não tem estes 5 elementos.
O que se conclui, é que das várias opções que existem, os "3 primeiros" elementos a terminarem ainda é a regra mais justa. Não se percebe o porquê inventarmos, se a regra sempre foi esta.

Quando falas de injustiça os escaloes não contarem, não vejo problema nenhum. Os Sub-23, ou qualquer outro escalao conta como é obvio, e como contariam na mesma ontem: O Sub-23 por exº é o 3º,2º ou 1º elemento da equipa, entra o tempo dele na posição que chegou. Também posso-te dizer que axo altamente injusto o escalão de sub-23 contar para o colectivo quando apenas participou um ciclista do escalao na prova, ou quando é um escalão em que só há uma equipa com representatividade nele... Da mesma maneira como seria altamente injusto, ter feito abandonar da corrida todos os meus restantes ciclistas dos escalões de elites e de Veteranos B que não tivessem terminado no TOP 10 e desta forma colocavamos a equipa mais à frente na classificação colectiva, porque assim iamos buscar o tempo do 2º veterano A, o que seria muito feio mesmo. A mim, isto não faz qualquer sentido, quando o que queremos é fomentar as pessoas a correrem e darem o seu melhor em prova sem restrições, porque nas provas de ciclismo o que conta no final é a posição de chegada e os tempos, e são estes os factores determinantes para as contas, e não se o gajo tem 20, 30, ou 40...ou 50 ou 60 anos.
Para terminar, também podia dizer que andamos a correr de forma diferente ontem para levar o Rebelo mais à frente, a questão é q o NC fecha a equipa com o vosso Sub-23, e as outras fecham com o Veterano B. Posso-te dizer em primeira mao(porque andei a rebocar o grupo), que no grupo do Rebelo vinha o Furnas, e o Antero (adversários directos em vetereanos B, o que até é justo e mostra o bom nivel de competitividade que existe), e acaba por ser injusto também para eles saberem que o adversário deles como "contribuintes" do resultado colectivo é um ciclista pelo menos 20 anos mais novo (e isso nao é nada contra ninguem ou o que quer que seja, mas a verdade é que para as equipas classificação destas nota-se as diferenças).

Abraço!

jormed disse...

geral@uvp-fpc.pt

Sérgio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ludovic disse...

O que tinha a dizer, está escrito acima. Cabe a quem responsável de direito analisar e perceber a realidade que nós cá temos. Quem sabe ler, e tem conhecimento nesta matéria, sabe e percebe o que eu disse. Axo que não há dúvidas.

Sérgio, não estou aqui para alimentar polémicas e nem gosto desta atitude com que manifestas aqui. Estás a andar de bicicleta à 6 meses, e parece que já sabes tudo... Ainda bem para ti. Uma mudança de atitude ficava-te bem.
...relativamente às faixas etárias, pois se não fossem os idosos, se calhar não terias tido oportunidade de correr... e para terminar, são tantos os jovens, que Sub-23 só tivemos 1 a correr(para grande infelicidade nossa), e o NC é a única equipa que conseguiu inscrevê-los.
O regulamento quem estipula é a entidade organizadora, neste caso o clube NC. O regulamento tem de estar o mais de acordo possivel com os estatutos da federação, mas tem de ter em atenção o nosso Meio/Universo.

Analisem bem isto, porque não fica bem uma classificação colectiva que não sei se tem a concordância da maioria a correr actualmente.

Abraço.

Luis Alves disse...

Falando da prova, porque nao quero entrar em polémicas...lol... quero dar os meus parabens ao vencedor Luís Almeida e a PH/SportZone pelo pódio e pela vitória por equipas.

O Luís tira ao tempo da edição do ano passado 2m27s. O ano passado choveu durante grande parte da prova o que limitou os andamentos principalmente a descer, mas axo que não se perdeu com isto tanto tempo. Grande prova e grande estratégia.

O "meu" NC Blocoilhas ficou-se por um bom 2º lugar por equipas que está já a gerar muitas polémicas, mas fizemos um bom trabalho com os recursos humanos de que dispomos.

Abraços a todos e que venha as etapas de sábado e domingo para ver se esfriam os ânimos, ou não. lol...

Sérgio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sérgio disse...

Quando eu tiver mais "anos de ciclismo" expressarei a minhas opiniões...até lá vou-me limitar só a pedalar! :)

Um abraço a todos

melo disse...

...e fazes mt bem...lol

Ludovic disse...

Sérgio, claro que a tua opinião vale, e vale bastante como a de todos que gostam da modalidade, axo que tens bastante valor como ciclista, e já fizeste coisas muito boas para quem corre à 6 meses. Desde já, os meus Parabéns pelos teus feitos na Taça de XC até ao momento. A questão da atitude a que me referi é a de "é assim, tem de ser e acabou, e eu sei, e tenho a certeza". Axo que mesmo para ti, para outras situações, tens de ter atenção com isso, porque toda agente tem opinião, e não pensamos todos da mesma maneira. Os "Idosos" como referiste e te incluis tal como eu (e não há que ter vergonha), axo q temos de ver como um estatuto, conhecimento adquirido, experiencia, sabedoria. Já me dizia um antigo dirigente desportivo quando era cadete(mas mesmo cadete ;) ) "Os jovens dão-nos tanto, mas muitas vezes acabam por desaparecer" (é apenas aquela paixao que ferve, mas depois passa). Nós não, ou quem gosta mesmo disso continua cá para contar a história. O bichinho pode até adormecer, mas continua lá dentro a roer até oportunidade que surja. Há aqueles jovens que já foram jovens e ficaram, e eu tenho a sorte de ter trazido nas minhas equipas mais recentes, aqueles que cresceram comigo na modalidade, que me ajudaram a crescer e viver o ciclismo com entusiasmo, tanto como adversários ou como colegas de equipa(Viveiros, Ricardo Silva, João de Sousa, João Amaral...estes são alguns que vivem o ciclismo com "amor" à modalidade, à camisola desde há muito tempo atrás até hoje).
A questão que eu levantei foi uma alinea do regulamento que dá a classificação às equipas, em que toda a vida foi feita pelo tempo dos 3 primeiros, e agora muda, ainda por cima num Universo como o nosso com défice de pessoal nos escalões mais novos. Axo que há que continuar a fomentar o ciclismo nas escolas, fazer a modalidade crescer para daqui a uns 5 ou 6 anos já termos os tais Jovens que muito esperamos que massifiquem o nosso pelotão, mas hoje em dia, sejamos realistas, e não podemos estipular uma regra que não temos quem a cumpra como deve de ser, porque o nosso pelotão é claramente "Maior de idade", e se a regra sempre existiu, todas a conhecem, sabem como funciona, axo que é complicado andar a criar de novo (Se já existe, não vale a pena inventar).
Bem, já me alarguei novamente, na escrita, este comentário é só para o Sérgio perceber que pode e deve continuar a manifestar-se, e não apagar os seus comentários.

Abraço, costaneira com menos 20 kilos que à 6 meses atrás ;) e não treines muito por causa das caimbras que se não podes ver a Tarmac SLII a passar por ti nas próximas provas que se avizinham ;).

Kadete disse...

Estive a ler com alguma atenção, e hoje já falei c o Jormed e percebi a dificuldade de conciliar isto tudo, mas, se bem percebei,no meu caso concreto os meus principais adversários deixaram de ser o Furnas e o Antero e passaram a ser o Pux e/ou o Alvaro, não? Ou estou errado? Só me faltavas esta, trocar dois velhotes por dois cadetes costaneiras! Se eles n pontuam pra equipa bem podem ir na minha roda até junto da meta! Isto assim n me dá grande motivação. A outra alternativa para a equipa é eu encostar antes da meta independentemente do lugar q ocupar na minha categoria, não?

Ovide disse...

Sr. Rebelo,

Se me permite apenas um esclarecimento - os seus adversários continuam a ser, numa primeira análise, o Sr. Furnas, o Antero, o João Paulo Amaral e todos os outros "velhotes" do pelotão - este ano existe classificação por escalões. Numa segunda fase (ou primeira, se a sua equipa assim o entender) é que terá de se defrontar com o Pux, o Álvaro e/ou o Igor para a classificação colectiva, mesmo nessa classificação um dos seus adversários directos será o Sr. Furnas (3º escalão a contar para a PH/Sportzone).

Abraço