terça-feira, novembro 15, 2011

1.º RAID BTT CELLULEM BLOCK - 27 de Novembro de 2011

LISTA DE INSCRITOS 1

Com organização a cargo do motard André Cabral, terá lugar no próximo dia 27 de Novembro, o 1º Raid BTT Cellulem Block. Trata-se de um evento de lazer, de dificuldade técnica e física acessível a todos os betetistas. É um evento de orientação através de road-book, realizado por equipas de 2 elementos.

As inscrições decorrem na loja Carreiro & Comp. Lda. até ao dia 25 de Novembro e têm um custo de 7,50 € / pessoa.

Todos os pormenores do evento poderão ser consultados no regulamento que se encontra disponível para download.

Regras Principais Raid Btt v4

8 comentários:

melinho disse...

Interessante seria ter algumas opiniões sobre este Raid como também criticas construtivas.

melo disse...

Como diria o outro prognósticos só no fim.
Já fizeram muito rides deste tipo, nar era pré NC e ACA, mais propriamente pela mão do sr. Luís Carreiro, chegou a haver inclusive uma espécie de taça de rides com road books. Lembro-me de dois rides todos eles nas Sete Cidades duríssimos para a altura.
Na minha opinião é bom diversificar, já existem riders suficientes para haver outro tipo de provas.
Acho que é preciso explorar eventos que captem a malta que anda apenas em trilhos.
já existe um grupo considerável. Este tipo de evento poderia muito bem evoluir para um formato enduro tal e qual o que se faz na Europa. É um formato que capta atletas tanto ao xc com ao DH. É um formato de sucesso está na moda e com certeza iria dar uma "refrescada" no atual panorama competitivo do ciclismo Açoriano.
É a minha opinião.

MOTARTE disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MOTARTE disse...

Mesmo correndo o risco de poder entrar em contradição mais tarde, algo comum quando se fala por antecipação, queria deixar patente a minha opinião e as minhas expetativas acerca deste 1.º Raid BTT.

Desde logo acho que este é um formato muito apelativo e com grande potencial, que já se sentia a falta. Descentrar um pouco o foco principal (componente física e técnica) quando se fala em eventos de BTT, com a introdução da orientação por road-book num percurso secreto, ao invés de um circuito pré-definido e marcado, acho que vem trazer um novo desafio e um maior equilíbrio, tal como é capaz de cativar novas pessoas, que abordam o ciclismo unicamente pela vertente de lazer, a juntarem-se aos eventos em torno da bicicleta.

Assumidamente evento de lazer, pelas suas caraterísticas este é um formato definitivamente mais descontraído e abrangente. Pode ser levado a sério, mas não será de estranhar que possa ser encarado simplesmente como um passeio guiado por road-book. É assim que o encaro…

Foi assim que o encarei quando em 2009 tentou-se uma primeira experiência, que acabou por ser cancelada, porque o número de inscritos era insuficiente. Já na altura queria e acreditava num formato diferente. Fui um dos poucos inscritos…

Claro que nisto das opiniões não é de estranhar que cada um traga ao de cima os seus gostos e interesses. Da mesma forma, que por força de uma vertente mais radical do ciclismo que pratica, o Luis Melo com argumentos válidos defende uma aposta num formato mais Enduro, este figurino Raid, tal como nos é apresentado pelo André Cabral e respetivos colaboradores, assenta na conceção que tenho de evento (quase) ideal. Claro que falta confirmar diversos factos, encabeçados pelo percurso, mas estou com expetativas muito positivas no que toca a este evento.

Fora a necessidade de incrementar a sua divulgação e o intervalo de tempo que houve entre a divulgação do evento e a apresentação dos seus regulamentos, as outras eventuais críticas construtivas deixo para mais tarde…

Rui Pereira

jormed disse...

Acho que este tipo de prova/evento é muito interessante. É uma belíssima forma de passar uma manhã de forma mais descontraída. Tenho saudades das provas deste tipo que se faziam em 2003 e 2004. O Luis Carreiro organizou umas quantas e depois o Carlos Silva também... lembro-me do RAID TE PARTA, que era uma prova do género, mas com cerca de 85km... uiii. Foi nessa prova que o Ricardo Rodrigues começou a dar nas vistas, ao vencer a especial cronometrada. O João Amaral deu um empeno nesse dia que ainda deve estar a dar a volta ao globo... lol

Acho que a iniciativa tem todas as condições para ser um sucesso. Mesmo não sendo uma prova que encaixe nos formatos “oficiais” deve ser incentivada, tal como os seus organizadores.

Lá estarei para colaborar na cronometragem da especial ;)

melinho disse...

Inscrições para o Raid só até quinta-feira. A organização aproveita para informar que o local de chegada será alterado para o parque industrial dos portões vermelhos, mais concretamente no restaurante Mandarina, onde serão entregues os troféus, servindo um lanche com as bebidas não incluídas. A organização apela a todos aqueles que vão participar no Raid, leiam os regulamentos com antecedência, acertem os relógios e verifiquem os seus conta-quilómetros.

melinho disse...

A numeração que está na lista de inscritos corresponde á ordem de partida.

Anónimo disse...

Boa tarde
Queria deixar os meus parabens à organização, gostei de participar.
Penso que poderia haver mais pontos do controlo para diferenciar os atletas que realmente se sabem orientar.
um abraço

Ricardo Estrela