sábado, outubro 01, 2011

4H BTT CONTIL/TOSHIBA


As 4H BTT CONTIL/TOSHIBA marcaram da melhor forma possível o fim da época de BTT em 2011. Foi um ano “intenso”, onde muita coisa se passou e onde o BTT micaelense de seu a conhecer de uma forma muito positiva em terras do continente. Para isso muito contribuíram as presenças assíduas de atletas como o Tiago Ferreira, Tiago Santos ou Celina Carpinteiro. NO Nacional de XCO este ano, os Açores foram vistos com outros olhos por parte dos nossos colegas continentais, desde atletas, a dirigentes. Muito bom sem dúvida.

A prova de dia 25 surge depois de umas semanas de férias, onde mesmo a malta que costuma levar a competição mais a sério, compareceu com o objectivo de passar um dia o mais agradável possível, junto de colegas e amigos. O ambiente que se gerou em torno da prova foi muito bom e era isso mesmo que a malta precisava nesta fase.

Não é fundamental referir quem venceu… os resultados já foram seguramente analisados à lupa por quem acompanha com mais afinco esta modalidade. Mas destaco a entrega que todos tiveram, no sentido de alcançar o melhor desempenho possível, dentro das suas possibilidades. Não resisto a destacar o momento da corrida em que a Raquel e a Mafalda “obrigaram” o Rui e o Cordovil a “secar” umas quantas voltas na zona de assistência… lol. Foi bonito e foi um momento que serve na perfeição para enquadrar o que estou a escrever, daqueles que nos fazem lembrar o porquê de estarmos todos aqui a partilhar as nossas experiências e aventuras em cima das 2 rodas.

Confesso que sinto algumas das saudades dos dias em que vinha diariamente ao biklas para me divertir com as asneiras que por aqui se diziam. Aceito que está muita nostalgia aqui no que escrevo, mas quem acompanhou este blog desde o início sabe perfeitamente do que estou a falar.

Voltando às 4H… O cenário das Furnas é algo de incontornável, quando falamos das 4H BTT CONTIL/TOSHIBA. Mas a maior fatia de responsabilidade no sucesso desta iniciativa, que já vai em 3 anos consecutivos, é sem dúvida o empenho que os responsáveis da Contil empregam neste evento. É tudo pensado ao pormenor para proporcionar as melhores condições possíveis a todos o que se deslocam á Furnas, quer para participar, quer simplesmente para acompanhar aqueles que vão pedalar. Água, fruta e massas com fartura e o sorteio de um televisor que teima em não vir para a casa certa…. lol.

Agora é tempo de começar a reflectir sobre a época que agora termina e começar a planear os próximos tempos. Quem pensar que o crescimento desta modalidade depende apenas de quem organiza e dos apoios que são alcançados, está muito enganado. O sucesso de tudo isto passa em grande parte por todos aqueles que actualmente se encontram ligados à modalidade, desde atletas, a dirigentes, equipas ou simples simpatizantes.

Cabe a todos passar uma mensagem positiva da modalidade, cabe a todos contribuir para o aparecimento de novos praticantes, sensibilizando os mais desatentos para a importância da obtenção das licenças desportivas ou tão-somente das licenças de cicloturismo ou betetista. Com a ajuda de todos, com a união de todos, teremos condições para continuar a fazer crescer esta modalidade, algo que se revela de extrema importância nesta fase particularmente complicada.

Fiquem bem!

2 comentários:

MOTARTE disse...

Paixão, intenção e... persistência!

São as palavras que me veem à cabeça sempre que leio um dos teus balanços das provas, Jorge...

Mesmo sabendo que são lidos por muita gente, acho injusto acabarem suplantados por novas publicações com a caixa de comentários vazia!!!

"0 comments" numa publicação revela, obviamente, a ausência de feedback, que por sua vez pode ser traduzido em desinteresse e/ou desprezo...

É pena...

Desabafos à parte, parabéns pelo texto!

Abraço

melinho disse...

Melhores dias virão