domingo, maio 11, 2008

II TAÇA ANIMA - Resultados e Classificação após 1.ª Prova

Resultados da prova de hoje:
Classificação da Taça depois de contabilizadas as bonificações.

Fiquem bem!

21 comentários:

Ludovic disse...

Na estrada os resultados até chegam a voar à net, muito menos stress de organização, a arrumar tudo no final da prova.
Parabéns à organização, e Obigado.

Ovide disse...

Menos stresse só mesmo nos resultados. As estradas estavam, mais uma vez, bastante perigosas. Felizmente ninguém se magoou muito, ainda assim o Filipe e o miúdo da Terceira (Rui Correia) levam o que contar para casa.

Soube agora que um ciclista de grande valor e por sinal muito jovem, faleceu na sequência de uma queda, ocorrida durante a prova...
Estas situações é que me provocam muito stresse - a segurança de todos.

Ganhe quem ganhar, a mim preocupa-me sobretudo que cheguem ao fim em condições físicas de alinhar na próxima.

Aproveito para um agradecimento a todo o pelotão (equipas de apoio e comunicação social incluídas) pela correcção e entusiamo com que a prova decorreu.

Abraço!
Ovide

Ovide disse...

... durante a prova que disputava... no continente...

Ovide disse...

... durante a prova que disputava... no continente...

Ludovic disse...

...Estas cenas são sempre muito tristes, e é pena q às vezes, só qdo acontece, é q se começa a tomar prevenções para q n volte a acontecer.
... De qualquer modo tenho bem a consciencia de q mesmo tomando prevenções, o perigo está lá. Há q ter cuidado e evitar determinados riscos da parte dos participantes, pq nunca será em meia dúzia de metros ou km's a descer q se vai ganhar ou perder tudo... o problema é poder perder mesmo tudo.

Abraço, ppl!

Tiago Martins disse...

Chuva outra vez??? Pois foi mesmo...
São Pedro teima em deixar a sua marca nas provas de ciclismo, pelo menos até à data.

A Prova:

Dou os Parabéns aos vencedores ex aequo. Fizeram uma grande prova e sobretudo foram inteligentes ao ponto de colaborarem por forma a que a fuga vingasse.

Antes que comecem a dizer que o motor pegou e tal devo dizer que não me surpreende a vitória dos atletas da PH Clinic!

Para quem sabe do valor deles outra coisa não poderia esperar, a não ser que um azar, uma queda ou furo os afastassem da vitória.

A corrida teve o momento chave na subida das Pedras do Galego, onde um grupo com 7 elementos partiu-se em 3 grupos. O ritmo imposto foi dividindo os 2 da frente: David Morais e Luis Almeida, os 3 dum segundo grupo: Jorge Medeiros, André Arruda e José Viveiros e para trás num terceiro grupo (?) o Rui Dias e o Rui Costa.
Penso que a partir daí o grupo da frente trabalhou e não deixou que houvessem recolagens.

Realço a grande prova do Viveiros. Não descolou do segundo grupo e deixou as despesas para o Clube NC com 2 elementos. Apenas não teve pernas no cimo do pisão. Na próxima prova a forma estará melhor ainda.

André Arruda boa prova e um pódio arrancado a ferros!É caso para dizer que já não há respeito pelos chefes de fila LOL!

Jorge Medeiros, não me vou repetir do que disse aquando da prova da Gorreana. A forma tem ciclos e este não é o ciclo bom. De qualquer forma fez as despesas da perseguição e isso desgasta muito. Pagou com o terceiro lugar cedido rés vés linha de meta (?).

Rui Dias, boa surpresa! Confesso que só o acompanhei até às Pedras do Galego. A partir daí não sei como foi.Até aí foi bem.

Aos restantes pois não sei como lhes correu porque o ingrato da estrada é que não podemos estar com todos. Tive uma prova muito stressante e não é fácil para ninguém .

Com a chuva pensei que poderia haver alguma queda mas felizmente nada de grave aconteceu.
Fica também uma palavra de apreço para a organização e para a PSP que tudo fizeram para que o meu "trabalho" e o dos "colegas" fosse o melhor possível.

Venha a próxima!

Ludovic disse...

O 3º Grupo q te referes foi 3 ciclistas separados. 1º Rui Costa, depois eu, e mais atrás o Jorge Nunes. No ramal da Lagoa do Congro o Jorge Nunes apanhou-me, e depois fomos a trabalhar os dois. Na ultima subida antes do Pisao apanhamos o Rui Costa, e ai sim por poucos metros tivemos um grupo de 3. Depois foi o Pisão :P.
Eu gostei da prova, e axo q na generalidade o pessoal gostou... até pq sempre deu para variar da Lama do XC de 2008. Hoje sempre foi só água. Os peugos não precisam de ir para o lixo.


O Tiago a deitar-se na estrada com a máquina em punho, é q tem de ter cuidado... algum carro ainda lhe tira a "fotografia" ;)... quero ver estas fotos e mais as da Gorrena!

Abraço!

jormed disse...

O perigo anda sempre à espreita e hoje aconteceu o pior cenário para quem enfrenta o asfalto como nós fizemos hoje... infelizmente foi um dia negro para o ciclismo nacional.
Quando me lembro até me arrepio, pois hoje por pouco que não fui caçado por uma anormal que decidiu ultrapassar-me na descida da Lagoa do Congro quando iamos a mais de 70km/h... ultrapassa-me a uns 100 à hora e quase que o espelho me toca no guiador... nem imagino se tivesse feito um pequeno gesto ou desvido de direcção, pois nem me apercebi da sua aproximação.

Quanto à prova, correu sem surpresas. A PH tem 2 elementos muito fortes e quando assim é, é tentar minimizar os danos.
A principal incógnita era ver o andamento do Luís e ficou provado que é muito forte.
Hoje foi ele a fazer toda a diferença. Trabalhou muito bem até partir o pelotão na subida, levou consigo o David (e numa fase inicial o Rui Costa). Mesmo no final da subida o David começou a ceder, mas o Luís aguardou por ele por forma a que não fosse apanhado pelo grupo perseguidor (eu, André e Viveiros). A rolar o David é aquela máquina e com um Almeida ao lado, dificilmente seriam alcançados e assim foi.
Estão os 2 de parabéns.

Em relação à minha prova, acabou por ser um pouco melhor do que estava à espera e fiquei muito satisfeito por isso. Foram 2 semanas muito stressantes (sobretudo esta ultima) e tentei gerir da melhor forma o desgaste. Digamos que 2 noitadas até às 4 da matina para preparar uma conferência não será o mais indicado para recuperar da Gorreana ... lol.

Na subida das Pedras do Galego não entrei em euforias (que sairam depois caras ao Rui Costa) e fui no meu ritmo. Foi um ritmo suficiente para ir com o André e para levar o Viveiros. Depois e até Vila Franca foi trabalhar o máximo para não perder demasiado para os lideres. Foi muito, muito giro o trabalho que fizemos os 3. Mesmo antes de começar a descida estivemos a cerca de 20s... mesmo muito perto... lol
Já na Ribeira Seca e dai até ao inicio do Pisão, o Viveiros e o André "esqueceram-se" do trabalho que havia sido feito até ali e colaram-se na minha roda. Podia ter gerido melhor o esforço nessa fase se pensasse na classificação individual, mas hoje pensei 75% no colectivo e não me fiz rogado em ir à frente. Se assim fosse não teriamos conseguido vencer por 17s garantidamente.
Na subida do Pisão a prioridade era defender um pódio da equipa e o meu trabalho foi dirigido nesse sentido. Depois de deixarmos o Viveiros, nem tentei discutir a posição com o André. Provavelmente nem conseguiria mesmo que tentasse, pois o André (para quem o conhece bem como eu) não dá hipóteses quando "cheira" a meta à vista... lolol.

Depois de terminar foi esperar ansiosamente pelo pela chegada dos terceiros elementos das equipas. Grande prova do Ricardo Rodrigues. Foi a primeira vez que fez uma prova de estrada e provavelmente faltou-lhe experiência, mas surpreendeu-me e muito pela positiva. o Luís Alves comprovou a sua subida de forma e já rodou num grupo que le permite sonhar com um top ten na Taça.

Individualmente o Almeida e o David dispoem agora de uma vantagem muito confortável. Da próxima vez a estratégia a adoptar será muito diferente e sei muito bem qual a roda a marcar... lol
Pelo ultimo lugar do pódio, para já vislumbro uma luta a 3 com o Andre e com o Viveiros (em condições normais). Obviamente que ainda é muito cedo, mas a vantagem para os restantes é já considerável.

Colectivamente ficou provado que têm de contar com o NC/Blocoilhas.

Aguardemos.

Rui Costa disse...

dia mt mau!!!ate as pedras do galego tava km peixe na agua e sentiame confiante,a entrada da subida o david atacou km o luis almeida e eu ainda exitei vou na vou...e na sei o k me deu mas dixe pa mim``vou ter com akeles gajos`` andei km eles 1 bokadim e cedo percebi k tnh feito uma ma opçao mas ja era tarde,kd xeguei ao fim da subida tava pa i a 20/30 seg do grupo do jorge, viveiros e andre ainda tentei colar mas o vento e a fadiga eram tanta k foi impoxivel,apartir dai foi sofrer, sofrer ate a meta.so no pisao perdi kuase 1min30seg po rui dias e jorge nunes,ia completamente parado lol.tava a espera de uma mlhr clssificaçao por equipes mas cm a mnh"colagem d motor" e a keda do rui correia foi impoxivel fz mlhr,ele teve msm azar na sua estrei no ciclismo,caiu antes da calçada fez o resto da prova cm o selim completamente largo e perdeuse nas furnas,enfim espero dias melhrs!!PARABENS A TDS OR VENCEDORES.

Neowex disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Neowex disse...

Está a esquecer-te de mim jormed para a classificação por equipas! Eu sei que não ando como o David ou o Luís, mas também sei que estou a subir de forma, eu estive colado no grupo da frente até faltar uns 500m para a descida das furnas!
Depois fiz a zona de calçada sempre sozinho a ver vosses mas não dava para apanhar o grupo. Depois na última descida para as furnas o alcatrão não estava nas melhores condições e na última curva à esquerda antes da última recta antes da BP, caí e fui sempre de arrasto. Tenho a coxa esquerda e braço esquerdo todo esfolado.
Os 17s que o NC tem de vantagem foi o tempo que tive derrapar no chão e a levantar-me.
Na altura ia desistir pq só eu sei s dores que tinha, depois via o pessoal todo a passar e nada de chegar a ambulância, no mínimo esperei uns 6m.
Depois fiz um penso no braço e lá continuei, pq sabia que era capaz com todo esse tempo perdido de pelo menos apanhar o último.
Quando subi as pedras do Galego estava cheio de dores na coxa, mas não ia desistir, apanhei o José Marques nas pedras do galego, depois o Pedro Branco e o Paulo Resendes na descida para a vila e o João Sousa mesmo antes do Pisão. Tenho de agradecer à minha namorada que veio sempre a incentivar-me desde as Pedras do Galego para me dar mais algum força.
Eu gostei do circuito, prefiro o deste ano do que o do ano passado, mas com a queda que dei perdi muito tempo, senão tivesse caído de certeza que tinha cortado a meta uns 12m mais cedo.
Agora é continuar a treinar mesmo todo esfolado!

FEEL IT

André Arruda disse...

Filipe, antes demais desejo-te as sinceras melhoras.

Não duvido que a Classificação por equipes tenha sido inflaccionada por algumas condicionantes. Falas da tua queda e da perda dos 12 mins.. Acontece que o Clube NC/Blocoilhas, correu com menos um elemento do que esperava (O Pux não pôde entrar). O Jorge apresentou-se abaixo do que é habitual, e o Luis Alves, apesar de não ter feito uma má prova, creio que estava um pouco em baixo. É obvio que quando abordamos os Se's as coisas tornam-se muito subjectivas, mas é apenas para demonstrar outro ponto de vista.

Mais, noto que apresentas uma melhoria de forma mas mesmo assim, seria suficiente, mesmo sem queda, para afectar a classificação da PH ? O terceiro elemento é que "fecha" o tempo da equipe, mesmo que tivesses terminado 12 mins mais cedo (e acredito que tenhas perdido mais do que esse tempo com a queda) seria o Sr. Fernando Furnas o elemento a fechar o tempo da PH, enfim..

Bem, deixando de subjectividade, desejo-te mais uma vez uma rápida recuperação e um bons treinos ;)

jormed disse...

Boas Filipe... não me esqueci de ti. NO meu comentário anterior apenas narrei a minha versão dos acontecimentos e tentei enaltecer o trabalho dos elementos da minha equipa. Na prova estavam mais 26 pessoas a correr. Se cada um narrar a sua parte são pelo menos mais 26 versões diferentes.

Acredito que estejas a melhorar. Mas sei também que o Fernando irá seguramente melhorar pois estas 2 semanas que passaram foram-lhe muito complicadas.
No Santa Clara temos um Viveiros muito forte (e ainda bem) e quando o Cardoso vier será uma equipa a ter em conta.
A Casa do Benfica trouxe 2 surpresas agradáveis (Jorge e Rui) e da próxima com o Bartolomeu estarão seguramente mais fortes.
São Vicente tem o JOão Amaral ainda uns furos abaixo.
No NC teremos mais 2 atletas à partida para a próxima prova e um deles poderá ser uma agradável surpresa, se bem que não quero colocar-lhe nenhum tipo de pressão de momento.

Enfim.... são tudo factores que poderão fazer com que a classificação colectiva dê muitas voltas, por isso nada está definido.

Para já o melhor é mesmo gozar estas 4 semanas de "descanso" para voltar a treinar sem grandes pressões e tentar fazer subir a condição fisica (minha e da equipa).

Neowex disse...

Como dizes André devo ter perdido + de 12m, quando cai na altura era o 3º elemento da PH Clinic!
Por isso é que disse que se não tivesse caído poderia ter ganho esses 17s, mas gora não importa, à que pensar na próxima, mas 1º de tudo recuperar da queda.
Enfim, boa sorte para todos e vê se descansas bem jormed, 4 semanas só trabalho, cuidar dos miúdos e esposas, dá umas férias à bike que ela merece!

Gostava é que explica-ses melhor por onde se desce para as capelas na prova que acaba na lagoa do canário, e onde se sobe, depois vira-se nas arribanas, ou vamos sair aquela rua que vai dr ao pé da fabrica da unileite nas arribanas?

Abr

Ludovic disse...

...Já q falamos em equipas, desde já um Abraço à minha equipa (SANTA CLARA), excelente prestação, n se podia sequer exigir mais. O Zé muito bem em toda a prova, eu fiz o trabalho que me competia, e o Ricardo a não comprometer dada a sua condição fisica, e essencialmente a conseguir aguentar-nos nas 3 primeiras equipas.

Parabéns ao NC, e à PH, pelo 1º e 2º lugar respectivamente, são equipas com muitas soluções para os 3ºs elementos para não falar sequer dos 1ºs dois elementos do colectivo. Será dificil lutar, mas não impossivel.

Abraço, e bom descanso a todos!

Ludovic disse...

Faltou-me um pormenor de PESO... Um agradecimento ao Zé Arruda do VARANDAS, com os bolos da pastelaria Atlântida, sempre muito bons. Obrigado ;), e boas férias ;)

melo disse...

Hê...Filipe tás penando... no XC é cabeçadas nas arvores LOL na estrada é a rebolar pela calçada lol...que diabo se passa contigo rapá.
Parabens ao David e ao Almeida e ao resto da malta. Daqui a nada eu estarei neste pelotão e vou parti-lo todo...na descida, lol, se não me partir todo primeiro. Atenção ultimos, vão ter concorrência lol.
Abraço.

Fernando disse...

Melo, já estou á tua espera.

jormed disse...

LOL... Tás feito Melo...

paulo rebelo disse...

Os comentários feitos até agora descrevem o q se passou até ao 8 lugar e se as guerras foram duras, também n foram mais suaves a meio da tabela. Falo apenas do grupo onde me inseri. Seria interessante se os outros escrevessem para sabermos como correu a prova ao longo da tabela. Da minha parte tentei cumprir um dos meus principais objectivos pra esta prova q era chegar ao início da descida prá Furnas junto do grupo da frente. Mas houve alguém q se lembrou de impor uns esticões e deu-me cabo do cabedal (mas ainda bem Luís, n fui só eu a acusar o esforço! E quem se sente bem só tem é q dar nela!! – nunca sabemos qd é q a voltamos apanhar bem disposta, hé, hé, hé…). Só consegui aguentar até ao Cerrado dos Bezerros e larguei…arrependi-me logo a seguir, trinta metros à frente o esticão amainou, mas era muito metro de alcatrão e de certeza q n seria o último esticão. O Meu CP de bordo estava c a pilha gasta mas funcionava desde q tirasse a buzina, foi o q fiz. Assim q tocou a largada qd dei conta aquilo marcava 90% da minha fcm e eu pensei n pode ser, este mamarracho tá mesmo sem pilha. Logo a segui passou-me prós 95, 100… e…102% qd começaram os esticões!!! E eu sempre a pensar q nunca na vida aguentava tanto tempo neste ritmo, o raio da cebola precisa mesmo de ir pró estaleiro. Mas quando abrandava ligeiramente, baixava duas ou três pulsações, mal o pessoal metia uma abaixo (os tais tichc..tchic, tchic, q se ouviam constantemente), voltava a subir prós 102. A partir daí tive dúvidas, só qd. o André passou por mim e me disse: Hei Paulo, tem calma, parecesse um cavalo…! Aí é q percebi q estava mesmo no limite ou acima! Estúpido! Como é q eu n percebi isso se eu n conseguia andar mais! Fiz um esforço demasiado forte no início e acusei-o ao longo do resto da prova. Qd cheguei a C. dos Bezerros, deixei-os ir e mantive-me nos 97/98% até ao fim da subida pra n dar o peido mestre. Logo a seguir descolou o gajo da Terceira (penso q será o Rui Correia), ainda o apanhei, ele deixou-me passar até ao início da descida, aí passou por mim q nem um foguete, começou a descer de uma maneira q eu vi logo q dificilmente iria aguentar; deixei-o ir e logo a seguir saiu pra dentro da mata com a bicicleta e desapareceram os dois. Eu pensei: Este gajo morreu e ninguém vai dar por nada. Só consegui parar prai a 100 metros à frente antes da outra curva e qd. olhei ele já estava de pé a sair da mata com a bicicleta na mão, eu perguntei-lhe se estava tudo bem e ele pareceu-me ter dito q sim. Uns arranhões, talvez. Grande sorte, se viesse um carro em sentido contrário podia ter sido complicado! Segui sozinho até à calçada e fiquei na expectativa de aparecer alguém. Não tardou aparecer o Furnas, o Luís Alves, e o Bruno já no fim da calçada. A partir dali fizemos todos um excelente trabalho de equipa. Na descida foi sempre a abrir até apanhar-mos o Rogério q colou nas n/s rodas até ao Pisão. O Luís era o q estava melhor a seguir o Bruno q ainda teve uma caimbra, o Furnas e eu q já estava um bocado mal tratado a precisar de sofá. No início do pisão o Rogério foi-se embora, o Luís impôs um ritmo forte e o Bruno foi atrás. Eu mantive o meu ritmo na subida com o Furnas na roda até ao final e passou-me antes da meta – déjá vu?

jormed disse...

O título do livro que vais publicar no fim do campeonato será:

"Mamarracho, para que te quero? Com ou sem buzina?"

A cena do puto a sair estrada fora tá marada. Levas 30s de bonificação pelo desportivismo que demonstraste no momento ;)

Abraço!