quarta-feira, agosto 06, 2008

Açoriano Oriental - 5 de Agosto de 2008

Os pedidos do Ludo têm muita força... lol

Fiquem bem!

7 comentários:

RESENDES disse...

O Luis Almeida foi sem dúvida um dos pilares da PH CLINIC, a sua dedicação e esforço é um exemplo a seguir.
Um grande homem com fibra de Campeão, parabéns Luis e obrigado.

Ovide disse...

Foi uma vitória justa e merecida, abrilhantada pela luta que o colega de equipa e os adversários lhe deram.

O Luís veio trazer muita coisa boa ao nosso pelotão (competitividade, luta, garra e qualidade) e soube sempre dosear tudo isto com a amizade que dispensa a todos.

Contamos com ele para o ano... talvez no NC (à especial atenção do Resendes!).

Abraço!

Ovide

Ludovic disse...

Obrigado, jormed, por atenderes aos meus pedidos..LOL!!!... Assim já o consegui ler.
Mais uma vez, Parabéns ao Luis Almeida pela justa vitória na Taça. Penso q todos os q andam no nosso universo de ciclistas, logo cedo vimos q o Luis tinha pedalada para vencer e dar. É um homem do desporto, se n está a correr ao sol ou debaixo de chuva (como já o vi), está em cima da bicicleta... como eu gostava de fazer o mesmo :(, enfim.
No inicio da época teve c/ um pé p/ vir p/ a minha equipa, neste caso, teve a uns nºs de telemovel, mas o sº Beleza estragou-me a contratação, lol...
Voltando ao jornal, realm/logo cedo deixou de haver grande oposição. Logo cerca 1.30m p/ o adversario mais proximo no cimo do pisao. Em Stº António p/ mim foi onde o Luis arrumou a questão de quem vencia a taça. Se ele ou o David, e c/ aquela fuga, decidiu-se. Em niveis de andamentos mto parecidos, 1 minuto passa a ser mto tempo, tanto para quem o gere, como para quem o quer recuperar.
Depois a acabar, no mini-prémio, aquela queda, p/ mim é injustificada. O Homem q é lider da Taça nunca vai preparar o sprint p/ ninguem, e mto menos numa estrada sinuosa... é q o Luis c/ a queda poderia ter posto em risco p/ além da sua vida, n só a liderança (q esta ficaria c/ o David, seu colega de equipa, do mal o menos), mas até o simples facto de n terminar a prova e cair p/ fora dos 10 primeiros da Taça, o colectivo tb iria por ai abaixo... Era como ficar sem gasolina na ultima volta de um grande prémio de F1, ou seja, morrer na praia.
A PH, acaba por fazer a diferença na taça, pq acaba por ser a equipa q apresentou sempre 2 argumentos mto fortes, o Luis e o David, e sempre um 3º elemento, q apesar de variável, n comprometia em demasia em termos de tempos, mas dai advem o facto de só terem ganho uma prova colectiva. Depois o Santa Clara e de alguma forma tb a CBIT, que para mim seriam as equipas c/ mais hipoteses à vitoria colectiva no inicio da época, falham por terem sido equipas mto curtas, e n apresentarem sempre os mesmos argumentos. Basta dizer q no Santa clara, eu q seria o 3º elemento da equipa acabo por ser o melhor classificado do Santa Clara da Taça, e a ser o 2º elemento em 2 de 5 provas da taça. Na CBIT, tb viu-se q o Jorge Nunes tb poderia ter feito mais umas etapas jeitosas, se tem vindo sempre. O NC teve argumentos, mas realm/ faltou-lhes a regularidade em prova a qq um dos 3, tu Jorge, incluido ;), porem é a equipa q mais pode mudar devido à sua media de idades.

Hasta, agora é q vou mesmo de férias...das bikes... vou trabalhar!

jormed disse...

Eu até fui sempre muito regular.. lol... se fores a ver os tempos em cada etapa, perdi quase sempre o mesmo tempo em cada etapa para o vencedor... lololol. É regularidade ou não?!?

Agora a sério. No NC falhamos muito por culpa própria e tivemos também alguns azares. Na primeira prova correu tudo bem e até conseguimos vencer. Depois no Canário corri a recuperar de uma gastroenterite. Ai não dava para mais, mas apesar de colectivamente não termos estado a 100%, vencemos individualmente. A prova onde falhamos mesmo por culpa nossa foi em Santo António. O André não estava a 100% por causa do SATA, o Pux fez asneira na véspera e eu foi um misto de não ter pernas no final, com um pequeno erro quando o Luís saiu... deu no que deu... foi ai que comprometemos tudo.
Depois vem o Nordeste... nesse dia o André perdeu muito tempo por causa do problema respiratório, mas não fora isso e teria chegado no trio da frente e provavelmente teriamos chegado ao GP TMN em condições de ainda lutar pela vitória colectiva. No GP TMN estivemos bem, com destaque para o André e o Pux. Eu fui-me abaixo, sobretudo na Lagoa do Fogo, pelos motivos que já mencionei noutros posts e muito honestamente até já foi bem acima do que imaginaria antes da prova começar.. já Nordeste tinha corrido muito melhor do que eu imaginaria.

Para o próximo ano têm de contar com o NC.
O André já não é um outsider, nem acaso, nem coisa que o valha... o André é neste momento um dos nomes fortes do pelotão e será sempre um candidato independentemente de chegada em sprint ou em montanha.
O Pux está hiper-motivado para 2009. A ida ao nacional fez-lhe bem e ele aprendeu muito com o erro de Santo António... os erros até são bons por vezes, desde que consigamos aprender alguma coisa com eles e julgo que neste caso está a ser um desses.
Quanto a mim, tudo indica que terei mais disponibilidade para treinar, sobretudo disponibilidade mental. Desde Junho que a coisa tem estado muito complicada e isso reflecte-se nos resultados, sobretudo quando estamos a competir ao nível actual. Neste momento para conseguir um bom resultado não basta dormir bem na véspera... é preciso muito mais... é preciso ter tudo afinado, senão somos engolidos pelo pelotão que está grande e tem atletas muito fortes. Este Mês de Julho fica-me atravessado na garganta e quero muito rapidamente deixá-lo para trás... a preparação da nova época está já ai.
Quano aos restantes elementos do NC, o Luís também está mais motivado e julgo que para ele foi um ano de aprendizagem sobretudo em termos de treino e gestão de esforço.
O Ricardo Rodrigues tem tudo para ser um bom ciclista, mas aquela cabeça não ajuda nada... lol. Não consegue levar isto muito a sério e quando assim é, resta apenas desejar-lhe uma "boa sorte e tudo de bom"... lol. Pode ser que um dia encare o treino de uma forma mais séria e ai sim... contem com ele.
O Álvaro foi a surpresa do ano. Se os resultados fossem proporcionais à força de vontade, ele estaria sempre no pódio. Se continuar com este empenho irá ter muitas alegrias no futuro.
O António caiu de paraquedas nestas provas e está adorar cada momento. Adorou o GP e notou-se claramente que está muito melhor do que quando se estreou no canário.

Enfim... interessa é que estajamos cá todos em 2009 com a mesma vontade para termos um ano ainda mais emotivo do que este que agora termina (se for igual já não será mau... lol)

Abraço!

RESENDES disse...

Nos comentários estão quase todos de acordo, discordo apenas do Ludo quando diz que o Luis Almeida no GP TMN não devia preparar o sprint para o David, pois então expliquem-me como é que se consegue dizer a um atleta como o Luis, vamos com calma, ou vai mais devagar,... ou qualquer outra palavra que o leve a abrandar, não é possivel, a mentalidade incutida naquela cabeça, é vencer, chegar primeiro, dar o máximo, enfim tudo o que voçês possam pensar que o leve a tentar ultrapassar os seus próprios limites, é para isso que ele está mentalizado, dar 200% em tudo o que se refere a competir.
Quanto á PH CLINIC de 2009, lol , será que é possível melhorar????

jormed disse...

O que estou a tentar dizer é que a PH não pode dormir à sombra da bananeira... se quiser vencer novamente em 2009, tem de melhorar a prestação do 3.º elemento sem dúvida. O Filipe já esteve a um nível razoável no GP, mas ainda está longe do que pode e deve render.
O Santa Clara competindo em todas as provas com os seus 3 melhores elementos não vai ficar a mais de 30 minutos... o CBIT com o Jorge e o Pedro a tempo inteiro entra na luta também.
Mas ainda falta muito tempo... podem surgir novos valores tal como este ano (Pux, Álvaro) e alguns "Cadetes" podem também ganhar novo ânimo depois deste ano.

Em relação ao Luís preparar o sprint, é claro que agora é fácil falar, mas não me escandalizaria que ele o fizesse, tendo em conta que provavelmente do David é mais explosivo e interessaria à PH a vitória individual... estou a especular, mas julgo que o seu comportamento pode ter esta leitura. Claro que a queda alterou tudo e numa situação daquelas é tudo (estratégia) colocado em cheque... mas isso são contas da PH... lolol

Se soubesse que iriam chegar 11 elementos juntos à meta numa etapa daquelas, a zona de meta seria colocada noutro local, para evitar fazer aquela rotunda, que é de facto muito estreita.

Há excepção da Lagoa do Fogo, a única prova onde supostamente a prova seria discutida ao sprint (Santo António por ser rolante) foi aquela onde um elemento chegou isolado à meta... lolol
De resto em todas as outras, chegaram 2, 3 ou mais elementos juntos a discutir a etapa.

Ludovic disse...

Percebo o q tás a dizer, sendo o Luis e quer vencer, mas mantenho a minha opiniao q quem lidera uma prova, ou está forte e vai discutir a etapa para a vencer, ou defende a posição, n vai preparar o sprint. Numa chegada ao sprint chegam todos c/ o mesmo tempo, ninguem perde tempo.
É a minha opiniao.
...Qto ao resto, logo falamos em 2009.