quinta-feira, agosto 21, 2008

...O BIKLAS História...

Pois, é ppl! O Biklas já leva 3 anos e uns mesitos de existencia... Ainda parece q foi ontem q se falou em criar um blog, e q enviei meia duzia de convites aos poucos q iam aparecendo e q se falava "nisso", divulgar o pouco q faziamos, resultados, passeios, aventuras, nestas "modernices" de Internet q toda agente tem agora, ou toda agente consegue aceder algures pelo Planeta.

O Biklas, assim como a modalidade(Cicismo) q foi a razão da sua origem entre nós aqui nos Açores, continua a crescer. Está de saude, e penso q continua-se a recomendar. Como tudo e todos, na vida, tb tem os seus altos e baixo, n fosse esse o blog q o q realmente lhe interessa é ver duas rodas montadas em quadros fabulosos, ou não, de carbono ou mesmo até ferro, c/ ou sem suspensões dos 80 aos 200mm a rodarem nos Açores, ou qdo vão fora, ou qdo vêm de fora para andarem conosco. Portanto, tudo o restante faz parte do cenário envolvente. É necessário, precisa-se e recomenda-se. Ás vezes gosta-se, outras vezes nem por isso, o q interessa é q cada um tem a sua opinião, e como já dizia um velho conhecido nosso, o Diácono Remédios, (...)quem quiser dar, dá-la (...), e ma nada.


Não gosto da palavra vicio, porque é uma palavra com sentido negativo, mas qdo refiro q as bicicletas são um vicio, é com sentido positivo e saudável. Fossem todos viciados em bicicletas, que o mundo vivia muito mais feliz e saudável.

O Biklas já foi palco de mtas discussões, debates, opiniões, etc...
...q de encontro com o titulo do post, pretendo trazer um pouco à memória recente de todos os utilizadores( e qdo refiro utilizadores, n são apenas os q escrevem, mas tb os q o lêm, pq estes serão em quantidade mto superior aos q escrevem)algumas "memórias" mais centralizadas na altura q o Biklas ainda aprendia a andar, com "rodinhas" atrás, mas de onde sairam grandes "hits", que hoje em dia já são classicos para os mais "velhinhos" aqui do Biklas. Fiz um levantam/, e atribui prémios "denominados" a alguns, q vou passar a transcrever, colocando de seguida os posts vencedores.



Prémio: "Inovação":

Data: Segunda-feira, Novembro 07, 2005

Titulo: GAMA "DESCONHECIDO" 2006

Meus amigos.
O Biclas tem a honra de apresentar pela primeira vez e em exclusivo a nível mundial, o que será a BTT do futuro.
O fabricante não quis revelar o nome da marca para não ser alvo de ameaças que poderiam interferir na execução do projecto, mas aqui fica a descrição detalhada:
- uma geometria capaz de corar de inveja a Specialized Epic de carbono;
- um amortecedor com um curso duas vezes superior à que o Milton comprou para o Down-hill;
- soldaduras mais perfeitas que as da Cannondale, apenas denunciadas pela extensa colónia de ferrugem que se estendem a toda a superfície da máquina
- travões de tesoura (modelo XTR da shimano para 2006).
- tem intervenção directa de Deus, pois das 18 velocidades, 15 só funcionam quando ele quer;
- pneus de montanha de 121 g, com a novidade de o kevlar pura e simplesmente passar à história ( o que está na moda é mostar os arames do pneu);
- rigidez comprovadissima. Para além de ter aguentado uma volta às cumeeiras, provou resistr ao impacto das várias quedas;
- Peso pluma de 18Kg, sem ter sido necessário retirar o reflector traseiro para atingir esta alucinante marca;
- Aros Mavic com 4 cm de largura e 60 raios em cada roda;
- pedais de encaixe não encaixa;
- extensores Ritchey WCS XXXL;
- Só não damos garantias em relação ao suporte das garrafas, pois ainda não foi testado. O proprietário desta fabulosa máquina consegue fazer 60km só com o ar que respira.

Público alvo desta maravilha da engenharia:
DORMINHOCOS DE DOMINGO!

Escritor/Vencedor: Jormed
(Post com fotografia...vale a pena ver o novo modelo de 2006 apresentado na foto)

----------------------------------------------------------------------------------

Prémio Duplo:"Melhor Apresentação/Comédia"

Data: Quarta-feira, Outubro 26, 2005

Titulo: O 1º coment... e o ladrão!!

Boas pessoal! Esse é o meu primeiro comentário na pagina, sou o Filipe Sousa, nao tenho nada de especial a dizer, apenas que o tempo tem tado horrivél!!!
A cena que tenho para dizer é que um vizinho meu que é drogado e grande ladrão, veio pedir a rebarbadora a meu pai emprestada e o gajo vendeu a rebarbadora do meu pai!!!!!! Realmente a gente para tudo.
Ele que espera até falar com ele com meu pai!!!!!
Viva ao Benfica

Escritor/Vencedor: Neowex
(Post sem fotografia, mas devia de ter da Rebarbadora... LOL!)

-------------------------------------------------------------------------------------

Prémio:"Melhor olhar no futuro"

Data: Sexta-feira, Outubro 28, 2005

Titulo: Taça Açôres

Ludovic, estes sistema de provas entre as 3 ilhas é muito bom, embora dificil de concretizar.
Quando havia a prova regional de ciclismo eu sempre defendi que poderia se fazer provas em várias ilhas, mas que o campeonato regional seria uma prova de um dia tal como campeonato nacional e o vencedor envergaria uma camisola de campeão regional nessa época, seria muito mais bonito e aliciante, até mais cativante a nivel de patrocinadores. O mesmo se faria para o btt. Para que isto tenh pernas para andar é preciso que avance uma Associação de ciclismo de São Miguel e uma da Terceira, uma vez que o Faial já tem. Só assim nos podemos sentar na mesma mesa e exigir que o sr. Director Regional dos Desportos volte a olhar e ajudar o ciclismo, pois o Faial só, não consegue nada a nivel de apoios para que estas provas sejam uma realidade.
A ideia é boa e juntos lá chegaremos.

Escritor/Vencedor: Jocardoso
(Post sem fotografia)

------------------------------------------------------------------------------------

Prémio Dulpo: "Resposta/Orgulho"

Data: Sexta-feira, Novembro 04, 2005

Titulo: Caro Surviver (sobrevivente)


Você na certa vai achar estranho estar de escrevendo hoje, dia 4 de novembro de 2005! Mas queria te informar sobre a minha reacção ao ver os teus comentários sobre a rebarbadora, essa rebarbadora já fez aqui um sucesso que niguem imaginava, nem eu! Já sou mais famoso aqui dentro que o Jõao Cardoso em alguma coisa ao menos sei que sou o mais falado! Já agora ludovic é Jekyll e nao jekyl, nas modalidas em vez de ser btt devias por xc ou ox, que é igual a cross country, BTT são bicicletas todo terreno!
Vou ser se daqui a uns tempos arranjo um tema diferente para ver se tem tanto sucesso como a rebarbadora!
Xau e fiquem bem!!!


Escritor/Vencedor: Neowex
(Post sem fotografia)

------------------------------------------------------------------------------------

Prémio: "Intervenção"

Data: Sexta-feira, Novembro 04, 2005

Titulo: Fico chateado! É claro que fico chateado...ack!!!


Foi já há uns dias que me falaram, com grande espanto de uma notícia que é muito reveladora do nosso país.
Pelos vistos o Parque Natural da Arrábida (PNA)vai interditar a prática de algumas modalidades, como por exemplo Parapente e btt, no entanto, por outro lado permite a expansão das pedreiras e a co-icineração den resíduos perigosos e consequente transporte dos mesmos no coração do Parque.
Existe uma pergunta que a todos os praticantes das citadas modalidades, atormenta o espírito: Começaram pelo pescadores locais, não se sabe se bem se mal, Agora continuam pelos desportos "elitistas" ;-).
A pergunta é: PORQUÊ?
É como piloto de parapente que, de quando em vez, passo por lá a dar uns voos. E se algum de nós for de férias e quiser ir até lá dar umas pedaladas?
Sei que é um problema dos continentais e se calhar alguns de vós estão-se nas tintas!!
Acho que vou mandar umas “bocarras” para um Jornal lá da Zona. Tenho de ser solidário, com os muitos companheiros do parapente e das bikes naquela linda Serra da Arrábida...Não acham? Fico chateado, é claro que fico chateado...ack!!

Escritor/Vencedor: Survivor
(Post sem fotografia)

------------------------------------------------------------------------------------

Premio: "Melhor Titulo"

Data: Segunda-feira, Novembro 14, 2005

Titulo: Eu tenho uma queda especial para o BTT...


Meus amigos, onde estão os comentários e as fotos do fim de semana, será que ficaram todos a dormir, a fazer companhia aos dorminhocos de domingo , como o Ricardo? lolol. Vá la, vamos a blogar.

Ah, o titulo deste blog: "Tenho uma queda especial para o BTT...", como já alguns de vocês sabem, eu faço ciclismo, mas aventurei-me numa prova de BTT, e após concluir a prova cheguei à coclusão que tenho uma queda especial por aquela modalidade... sim porque aquilo era "tiro e queda", ou seja ponha-me em cima da bike e passados alguns segundos...queda, logo levava mais tempo em quedas, lol...

Boas Pedaladas

Escritor/Vencedor: Luis Alves
(Post sem fotografia)

-------------------------------------------------------------------------------------

Prémio: "Melhor Investigação Cientifica"

Data: Quinta-feira, Novembro 17, 2005

Tutulo: Treino Aeróbio? Limiar Anaeróbio? Ácido láctico?


Olá companheiros do pedal!
Resolvi variar um pouco relativamente aos tópicos que temos vindo a colocar por aqui. Lembrei-me de escrever estas linhas como forma de entrada nas discussões relacionadas com treinos, que julgo poderem interessar a muitos de nós. Que me desculpem aqueles para quem isto não é novidade nenhuma.

Com certeza já todos ouviram falar em treino aeróbio, treino anaeróbio, ácido láctico, limiar anaeróbio e outras coisas do género. O que está por detrás de cada um destes termos?
O nosso organismo produz energia por duas vias: uma na presença de oxigénio denominada de via aeróbia e outra que ocorre quando o oxigénio não está presente, denominada de via anaeróbia.

Regra geral toda a energia que produzimos para a nossa actividade do dia-a-dia (desde o dormir até algumas actividades mais intensas) é obtida pela via aeróbia. Respiramos, o sangue leva o oxigénio até aos músculos e é produzida energia à custa do consumo de oxigénio. Num treino, o objectivo prioritário é sempre melhorar a condição aeróbia de um indivíduo. Um treino aeróbio permite:
- melhorar a função respiratória, optimizando o transporte de oxigénio até aos músculos;
- melhorar a função cardíaca, fazendo com que o nosso coração se torne mais eficiente (diminuição da pulsação de repouso é um bom indicador de melhoria de condição física);
- melhorar a função termoreguladora, na qual o nosso organismo consegue dissipar melhor o calor produzido com o exercício;
- melhorar a capacidade de queimar gordura;
- melhorar a capacidade de armazenar carbohidratos.
Quando na gíria se diz que temos de meter quilómetros nas pernas (endurance), no fundo estamos a dizer que vamos treinar o nosso sistema aeróbio, ou seja, fazer muitas horas, muitos quilómetros a uma intensidade não muito alta (abaixo dos 85% da frequência cardíaca máxima). Estamos a construir os alicerces do nosso treino.

Quando os músculos são sujeitos a um esforço muito intenso, muitas vezes a quantidade de oxigénio não dá para as encomendas. Nessas alturas produzimos energia por via anaeróbia, ou seja, sem uso de oxigénio . O problema é que a energia produzida deste modo tem um custo para o organismo: a produção de ácido láctico. O ácido láctico a partir de determinados níveis é tóxico, interferindo com a capacidade dos músculos para se contraírem (todos nós já sentimos as pernas a arder numa subida ou num sprint mais longo).
Quanto mais intenso o exercício, maior a quantidade de acido láctico que é acumulado nos músculos e no sangue. O nosso organismo é capaz de eliminar esse ácido, mas dependendo da duração e intensidade do exercício eventualmente chegamos a um ponto em que a quantidade de ácido produzida é superior aquela que o nosso organismo consegue eliminar. Esse ponto é chamado de Limiar anaeróbio. Por isso é que não conseguimos subir a Lagoa do Fogo sempre a abrir. A culpa é do ácido!
De um modo geral o treino anaeróbio pode ser feito de duas formas. A primeira consiste em produzir largas quantidades de ácido láctico realizando esforços de alta intensidade (> 90%) em períodos relativamente curtos (1-2 min). A segunda envolve esforços ligeiramente menos intensos (85-90%), mas com uma duração superior (5-10 min). Num treino anaeróbio melhoramos a capacidade de eliminar o ácido láctico e também a capacidade do nosso organismo para tolerar a sua presença.
O treino anaeróbio é muito desgastante para o organismo pelo que só o devemos começar a integrar no nosso plano de treinos depois de termos uma boa base aeróbia. Devemos igualmente dar pelo menos 48h de intervalo entre 2 treinos anaeróbios.

Regra geral, numa pessoa já com alguma condição física, o limiar anaeróbio situa-se entre os 85-90% da sua frequência cardíaca máxima. No meu caso por exemplo, a minha frequência cardíaca máxima é de 200 batidas por minuto (bpm). Significa que o meu limiar anaeróbio situa-se algures entre as 170 e as 180 bpm (desconfio que esteja entre as 172-174 para ser mais preciso). Só a partir das 174 bpm é que começo a entrar em regime anaeróbio, ou seja, a produção de ácido láctico começa a ser superior aquela que o meu organismo consegue eliminar. Quando isso acontece, é garantido que mais cedo ou mais tarde vou ter de abrandar. Abaixo disso aguenta-se bem.
O limiar anaeróbio num indivíduo que não costuma fazer exercício é mais baixo podendo situar-se um pouco acima dos 65% da frequência cardíaca máxima. Significa que essa pessoa quando atingir as 130 bpm começa logo a entrar em regime anaeróbio e rebenta, ao passo que um indíviduo com treino ainda está a aquecer. 130bpm para um indivíduo com treino ainda é zona de aquecimento!

Para quem treina com monitor de frequência cardíaca, conhecer o seu limiar anaeróbio é fundamental! Só com esta informação conseguimos definir bem as zonas alvo para treinar. E quais são essas zonas alvo?
Como isto já vai um pouco longo deixo esta matéria para um próximo post, se entretanto o Dr. Jameson não me despedir deste blog!

Fiquem bem!


Escritor/Vencedor: Jormed
(Post sem fotografia... Eu penso mto neste post qdo vou à Lagoa do Fogo... a culpa de n andar mais é só e apenas do ácido!!! ;))

***********************************************************************************

Muitos mais posts, giros, engraçados, pedagógicos, outros nem por isso, lol, existem no Biklas, é só procurarmos. O objectivo era trazer um pouco á memória de como "arrancamos". Espero q se divirtam, pq eu diverti-me ao encontrar mto material engraçado q por aqui encontrei.

Abraço a todos, e continuação de boas férias, e continuem a postar!

5 comentários:

André Arruda disse...

Bela colectânea, mas para mim o vencedor á geral foi o "O 1º coment... e o ladrão!!", lol.

Bom post, devia receber o prémio "Nostalgia".

Abraço

jormed disse...

Muito bem Ludo... parabéns pelo post. É uma excelente selecção ;)
Eu incluiria o teu post na lista de destaques com o título "post mais oportuno"... lol

É verdade o que dizes... o tempo tem voado, mas aqui esse "tempo" adquire um sentido diferente. Apesar de teres colocado posts com 3 anos, eles estão à distância de um click.
Este blog é um livro aberto sobre o ciclismo regional e regra geral tem sido usado na perfeição para exposição de pontos de vista e opiniões sobre aquilo que cada um entende ser o ciclismo.

Tem sido uma locomotiva que tem levado consigo esta modalidade ao patamar em que está hoje. Tenho muita dificuldade em imaginar o ciclismo de lazer e de competição, sem esta ferramenta (Biklas).

É um blog de todos e para todos! Espero que continue a sê-lo no futuro... só depende de nós, o que é fixe!

Mais uma vez parabéns pelo post Ludo.
Abraço a todos!

Neowex disse...

Belo post este!
Esqueces-te foi do post do aquecimento global.

Fica bem, lol

Luis Almeida disse...

Boa noite amigos, estou farto de me rir com o post da rebarbadora roubada e vendida...Filipe em grande estilo.
Grande apresentação do Filipe, logo a matar...
Só falta mesmo a foto ou será que o ladrão a vendeu tb.
Um abraço e continuação de boas férias.
Luis Almeida

paulo rebelo disse...

OK!*****
Eu dava a medalha de ouro à "melhor investigação cientifica", pois já li muita coisa sobre o assunto mas esta é das mais sintéticas, simples completas; medalha de prata pra o "melhor olhar no futuro" dada a premência e actualidade do assunto, só é pena que decorridos 3 anos continua quase tudo na mesma; broze prá " melhor apresentação/comédia", axo q nem os gajos do gato fedorento se lebravam de fazer um texto tão original...