terça-feira, fevereiro 13, 2007

ÉPOCA DE CICLISMO DE 2007 COM NOVIDADES

Ligeiramente tarde em relação ao pretendido, mas o post chegou...
De facto foram algumas semanas de muitos contactos no sentido de montar a estrutura organizativa para o presente ano de 2007. Estamos neste momento em condições de afirmar que já estão reunidas algumas das condições essenciais para levar aos trilhos e estradas de São Miguel mais uma época de ciclismo que pretende continuar a dar passos em frente com vista ao crescimento da modalidade.

Para 2007, o CLUBE NC já está inscrito junto da Federação Portuguesa de Ciclismo como Organizador de Provas de Ciclismo. Em termos organizativos e há semelhança de 2006, iremos organizar provas nas 3 modalidades mais populares de ciclismo na actualidade: Cross-country (XC), Down-Hill (DH) e Estrada.
Uma das novidades passa pelo nome a dar ás Taças. Cada uma das vertentes calendarizadas surge com o nome associado a um patrocinador principal:

TAÇA CARREIRO & COMP., LDA. - CROSS-COUNTRY
XC#1 - 18 de Fevereiro - ANIMA- Pinhal da Paz
XC#2 - 18 de Março - Ribeira Grande - Batalha
XC#3 - 22 de Abril - Vila Franca do Campo – Cerrados dos Bezerros
XC#4 - 27 de Maio - Ribeira Grande - Gorreana
XC#5 - 1 de Julho - ANIMA – Lagoa do Carvão

TAÇA DISREGO DE DOWN-HILL
DH#1 - 25 de Fevereiro - ANIMA - Sete Cidades
DH#2 - 25 de Março - ANIMA - Batalha
DH#3 - 29 de Abril - Ponta Delgada - Candelária
DH#4 - 10 de Junho - Ribeira Grande – Maia
DH#5 - 15 de Julho - Vila Franca do Campo – Sra. da Paz

TAÇA ANIMA - SPECIALIZED DE ESTRADA
E#1 - 3 de Junho - Vila Franca do Campo
E#2 - 24 de Junho - ANIMA - Canário
E#3 - 8 de Julho - ANIMA - São Vicente
E#4 - 29 de Julho - ANIMA – Lagoa do Fogo

Para já está cumprido um dos objectivos a que nos proponhamos para 2007, que era o manter a estrutura de 2006 em termos de clubes e aumentar o n.º de atletas federados, que neste momento é de 45 (em 2006 eram 38).
O Clube NC continua a ser o Clube com mais atletas (25) e irá competir nas 3 frentes: estrada, XC e DH. O Núcleo Sportinguista surge este ano com mais elementos (16) e com uma equipa para competir no Down-Hill . O Grupo Desportivo de São Vicente Ferreira mantem os mesmos 4 elementos e em princípio tem como objectivo a competição de estrada, embora seja previsível algumas participações nas provas de XC.
Em termos de Clubes, a maior novidade passa pelo aparecimento de uma quarta equipa em 2007 - a Casa do benfica na Ilha Terceira - constituída por 4 elementos e que irá tentar disputar a Taça de Estrada na integra. Tudo irá depender dos apoios que conseguirem juntar.

Em termos competitivos também surgem algumas novidades, das quais se destacam as principais:
- Nas provas de XC, os atletas dos escalões Sub-23, Elites e Veteranos passam a competir directamente entre si em termos de classificação geral prova a prova, embora acumulem pontos nos respectivos escalões para a classificação final da Taça Carreiro & Comp., Lda . Espera-se com esta medida aumentar o interesse competitivo nas diversas provas.
- Nas provas de DH os atletas dos escalões Sub-23 e Elites pasam a compatir num único escalão que se designará simplesmente de Elites.
- Ainda nas provas de DH os atletas da classe de promoção terão direito a efectuar apenas a primeira das 2 descidas oficiais.

PRIMEIRA PROVA É JÁ NO PRÓXIMO DOMINGO
Uma última nota para a primeira prova que irá decorrer já no próximo Domingo, dia 18 de Fevereiro. Trata-se da 1.ª prova da TAÇA CARREIRO & COMP., LDA. e que tem a designação de ANIMA Pinhal da Paz.
As inscrições para essa prova podem ser efectuadas até à próxima Quinta-feira, dia 15, entre as 9h00 e as 20h00, na loja que dá o nome à Taça de XC.

PROGRAMA DA PROVA
Domingo – 18 de Fevereiro de 2007
Início das verificações técnicas............................................................09H00
Fecho das verificações técnicas...........................................................10H00
Volta de reconhecimento ao circuito...................................................10H05
Partida para corrida de Promoção e Cadetes....................................10H30
Partida para corrida de Juniores, Sub-23, Elites e Veteranos........11H30
Entrega de prémios...............................................................................13H45

Boas pedaladas!

15 comentários:

Neowex disse...

De ano para ano as coisas estão a ficar cada vez melhores, e tenho a certeza que para o ano será ainda melhor. O Jorge bem tinha dito que queria ver se arranjava um nome e patrocinador para cada taça, e sempre conseguiu. Parabéns Jormed, se não fosses tu não tínhamos de certeza o que temos hoje em dia no BTT e Ciclismo.
Agora só falta deixarmos de pagar para poder correr, porque infelizmente o ciclismos ainda é dos poucos desportos que se paga para competir, senão o único que me lembre. Mas está muito bom, excelente mesmo. Parabéns Jormed

melo disse...

Só falta mesmo é uma equipa do FC Porto, lol.

melo disse...

E em relação aos veteranos do DH, juntam-se com mais algum escalão? Ou ficamos como o XC também?

jormed disse...

O Porto não tem expressão para tal Melo... lol

Respondendo à tua questão e tentando esclarecer um pouco melhor a ideia da "fusão" de escalões...
No XC a ideia é aumentar a competitividade. Em vez de dizermos que ficamos em 3.º lugar numa prova em que só haviam 3 concorrentes, passamos a poder dizer que ficamos em 4.º lugar em 12 concorrentes por exemplo.. acho que é mais agradável... é a minha opinião. Podem surgir mais motivos de interesse, dadas as limitações em termos de número de atletas em cada escalão actualmente.
No XC, separando Sub-23, Elites e Veteranos na corrida (como vinha a ser feito) e fazendo com que a corrida termine apenas quando termina o vencedor de cada escalão, torna-se impossível definir uma classificação geral. Da forma proposta para 2007, correndo todos "juntos" isso passa a ser possível. Quando terminar o vencedor da corrida (um elite por exemplo) terminam os outros a seguir (elites, Veteranos e Sub-23), tornando possível a tal classificação geral.
Tal não significa que deixe de haver a classificação por escalões. Se o 1.º a terminar for um Veterano seguido de um Elite, o Elite não deixa de ser o vencedor no escalão de Elites.. são-lhe atribuidos na mesma os 35 pontos para a classificação por escalões.
A "fusão" é apenas "virtual" e funciona apenas prova a prova. Em termos de Taça continua a haver uma classificação independente entre Sub-23, Elites e Veteranos.

Em relação ao DH, é sempre possível definir uma classificação à geral dadas as características da prova, como tal existe sempre o tal motivo de interesse extra que não havia até agora no XC. Juntar os escalões da forma como é feito no XC só se fosse com o único objectivo de reduzir custos. Obviamente que no XC esta manobra significa a atribuição de menos 6 troféus em cada prova, mas essa não foi a razão desta decisão... foi a competitividade como referi.

A junção de Elites e Sub-23 no DH tem contornos diferentes do que é porposto no XC e é simplesmente para ficarmos em igualdade como o que é feito na Taça de Portugal, onde não existe o escalão Sub-23... apenas o de Elites.


Em relação à questão do Filipe e o pagamento das provas... este ano houve uma redução em 50% no valor da inscrição... poucas (ou nenhuma) entidades podem gabar-se disso em Portugal... lol... só vemos noticias de aumentos... lol

A questão dos patrocínios não é assim tão simples e directa... aumenta e muito as responsabilidades organizativas... passamos a ter de prestar contas relativamente à forma como é feita a divulgação das provas. Os patrocinadores querem retorno e isso implica investir em publicidade... recebes e depois gastas em publicidade...

É certo que melhoras o aspecto da coisa, mas na prática grande parte do aumento das verbas vai directo para publicidade.
Isto tudo para dizer que as inscrições ainda vão continuar a ser a almofada que nos permitirá dormir mais tranquilos!

Mas fica a ideia... reduzir custos para o atleta... estamos a trabalhar para isso... penso eu... lol

Neowex disse...

Para mim a melhor forma de aumentar a competição, não é retirar taças ao outros escalões, pode-se continuar a fazer uma classificação à geral, mas com taças para os 3 primeiros de cada escalão. Espero que com esta nova regra não haja conflitos. Antes podia-se ficar 4ºlugar à geral e 1ºlugar do seu escalão que o pessoal ficava motivado porque levava para casa um prémio de consolação, agora temos de ficar nos 3 primeiros à geral para termos direito a prémio. Na minha opinião não é uma boa ideia, agora se não há apoios para mais 6 taças, já é outra coisa. Não vou deixar de correr na mesma, afinal à sempre os pontos que levo para casa. Mas fica a minha ideia.
Abraço

jormed disse...

Há sempre os pontos que levas para casa e no fim da Taça os vencedores de cada escalão (Cadetes, Juniores, Sub-23, Elites e Veteranos) levam os respectivos troféus de 1.º, 2.º e 3.º lugar tal como aconteceu em 2006.

Se a ideia é começar a levar as coisas a sério em termos organizativos, também os atletas com ambições a ganhar troféus têm de começar a levar as coisas mais a sério com mais treino e dedicação.
Quem quiser levar taças para casa no fim de uma prova terá seguramente de se esforçar mais e garanto-te que quando isso acontecer (levar um troféu) será sem dúvida mais saboroso.
A mentalidade do "basta-me terminar para levar um troféu" na minha opinião é errada para a evolução de qualquer modalidade. Atenção que estou a falar dos escalões mais velhos... com os mais novos as coisas mantêm-se. Não acredito que as pessoas se dêem ao trabalho de competir apenas para levar um troféu "fácil" para casa. Com os mais novos isso pode ser ligeiramente diferente.

Já tinha dito e volto a dizer que é muito estranho do ponto de vista competitivo e organizativo ver uma prova com 20 atletas inscritos e ter que requisitar 21 troféus para entregar no fim... é uma festa...

Enquanto tivermos 3-4 atletas (se tanto) a competir por escalão, considero esta uma solução adequada do ponto de vista competitivo. Quando tivermos 7-8 a competir em cada escalão ai as coisas mudam de figura.

Vou ser criticado... vou sem dúvida. Mas estarei por aqui para esgrimir argumentos.

Abraço

Neowex disse...

Realmente ficar nos 3 primeiros em 20 atletas sabe muito melhor do que ficar nos 3 primeiros em 3 ou 4 atletas, ninguém diz o contrário. Só não sei agora é se todos são da mesma opinião, destes 20 atletas sabemos perfeitamente que apenas uns 6 ou 7 podem trocar entre si os primeiros 3 lugares. Se bem que o 1 e talvez 2 já todos saibam quem é, mas não havemos de pensar assim porque nunca se sabe o que pode acontecer.
Podes contar comigo para a prova, vou dar o meu melhor, só espero então no final do campeonato ter uma taça do tamanho da bike, já que vai haver menos taças durante o ano.
Abraço

jormed disse...

Pois é Filipe.
Acredita que estou em parte de acordo com o que dizes, mas por vezes temos de tomar decisões e as decisões nunca podem agradar a todos.
Se todos pensarem da mesma forma, deixa de valer a pena fazer um campeonato de futebol (em Portugal só ganham 3... para quê Beira-Mar, Académica e outros assim?...) ou deixa de fazer sentido ter maratonas com 20000 participantes (também só sobem ao pódio 3 atletas não é?).
No desporto existem os que têm ambição de lutar por troféus (mas têm de lutar por isso) e NÃO MENOS IMPORTANTES existem aqueles que entram por prazer de entrar e competir...
Precisamos de todos...

melo disse...

Apoiado e 100% esclarecido. Obr.
e bom trabalho.

Ludovic disse...

Não me pretendo alargar muito sobre o assunto, porque até já falei com as pessoas. Compreendo a decisão tomada, pois foi uma das soluções conversadas para o caso de não se arranjar apoios suficientes, e a classificação por pontos de cada escalão é na mesma salvaguardada. Não sei até q ponto concordo com o argumento de "tornar mais competitivo", porque não me parece q seja o ponto forte desta medida (conhecendo os nossos intervenientes, numa meio pequeno como o nosso; irá é evitar q alguns escalões correm sózinhos, ou quase sózinhos; 1 ou 2 coredores; se calhar algumas lutas a meio da tabela surgirao, mas nada q já n acontecesse naturalmente). O facto de haver uma Geral, poder-se tablar num todo, de se poder encerrar a prova aquando do termo do lider da prova, e n dos lideres de cada escalao, estes parecem-me bons motivos. A meu ver, é pena n se ter alterado também a forma como as equipas pontuam, porque seria muito interessante ver os colectivos a pontuarem como na estrada, e n pelo 1º de cada escalão. Se analisarmos bem, é uma alteração positiva: Mantém-se a estrutura q tinhamos ao ano passado(os escalões, como são em todo o pais), passa-se a ter uma Geral "real" de um corrida C2, com apenas um ponto q se pode considerar menos bom, q é a remoção de pódios aos sub-23, elites e veteranos. Este ponto, é daqueles q num meio pequeno como o nosso, n sei até q ponto pode mexer, se muito ou pouco, mas isto logo se verá com a adesão.
A verdade é q já corri noutros campeonatos anteriores(há alguns anos atrás), e só havia troféu no final da epoca, para os do podio de cada escalão (como será em 2007), e n foi por isso q n fui a todas, portanto, não se desmotivem, comecem a pensar em Grande, e nas "Goleadas" que havemos de dar "aos Grandes" e arrebatar os troféus :P.

Abraço

jormed disse...

Concordo que existem vantagens e desvantagens com este sistema e como tal é uma decisão que envolve algum risco. Julgo que apontei algumas das vantagens e foram também apontadas algumas desvantagens.
Será que o facto de se tornar mais difícil conseguir um troféu vai desmotivar algumas pessoas?... Talvez sim...
Será que vai motivar outras a trabalharem mais?... Julgo que sim também...

A meu ver, dada a nossa pequenez as vantagens são maiores que as desvantagens.
Além do mais os regulamentos dão esta liberdade às Organizações para decidirem juntar escalões quando o número de participantes num escalão é reduzido (se for inferior a 15).

Acho que o raciocínio está de certa forma viciado... estão todos a assumir que os pódios já estão todos entregues... por isso estão renitentes em relação a esta decisão. Acho que não é isso que deve pesar nas vossas opiniões...

Outra questão levantada pelo Ludo... o sistema de pontuação por equipas. Confesso que já pensei em alterar o esquema indo um pouco ao encontro do Ludo. Isso no DH é perfeitamente possível, dado que temos os tempos absolutos de cada um e basta somar os 3 melhores de cada equipa para encontrar a equipa vencedora... para mais no DH todos os escalões correm nas mesmas condições, fazem a mesma descida e todos contribuem de forma igual para essa classificação, tal como sucede na estrada.

Mas e no XC? Isso não é possível, a não ser que se defina à partida que Cadetes e Juniores não classifiquem para as equipas pois não correm directamente com os outros escalões. Além do mais existe o factor dobragem... teria de se encontrar uma fórmula matemática para definir o tempo a atribuir a 1 atleta que foi dobrado mas esteja em condições de pontuar para a sua equipa... acho que começaria a ser demasiado complicado. A fórmula actual não deixa de ser a mais simples.
Claro que pode penalizar um Clube que não esteja representado com atletas nos diversos escalões, mas isso é matéria que transcende as Organizações.

Ludovic disse...

Good Answer. You had think a lot about it, and I have no more questions for organisation.
... Starting the race...
Allez, Allez!!! Un peu de suspense, de nervosism!...
Start the Engines!!... trois, deux, un... GO!

Neowex disse...

Aguenta-te bem jormed com estas novas regras, nunca desistas, podes vir a ter bons e maus momentos mas a vida é assim mesmo, da minha parte não tenho mais nada a dizer e vou a todas as provas, só não vou se me acontecer algo.
Só não percebi porque também não juntas-te o pessoal dos veteranos no DH, aos Elites e sub-23, penso que são só 2 veteranos, Nando e Luis Melo?
Abraço
Abraço

jormed disse...

O que se passa no DH é o que gostaria que tivesse acontecido também no XC: juntar elites e Sub-23 num único escalão, mas a ideia não foi bem recebida.
Foi uma alteração em cada vertente... para já acho que chega.

Vamos ver o resultado das mudanças e para o ano logo se vê...

Neowex disse...

Acho que não ser preciso esperar para o ano, vê-se logo após a 1ºprova.
Abraço