sexta-feira, fevereiro 17, 2006

VAMOS ROLAR EM FORÇA

Quando digo (não ando bem, os outros é que andam mal), claro que não me refiro ao João Paulo, Brandão e outros quase com a minha velhice, mas a verdade é que me sinto satisfeito para aquilo que já fiz, naquela que é a segunda modalidade mais popular e competitiva em Portugal e não só.
No programa troféu de 4ª feira deu uma reportagem e respectiva entrevista a um atleta de ténis de São Miguel que dizia não competir mais cá nos Açores por não ter motivação nem adversários à altura, tinha 11 titulos regionais, participava em provas no Continente à vários anos e neste momento o seu lugar no ranking nacional é 46º se não me engano.
Agora eu digo, o ténis em portugal é muito fraco, a nivel regional tem aqueles praticantes de fim de semana que gostam de dar umas raquetadas, como é possivel só se ser 46º numa modadidade tão amadora e já não querer jogar com os colegas.
Passando à frente , estou contente com o evoluir dos acontecimentos por aí e se interessar digo-vos umas coisitas:
- Ciclismo é uma demontração de força, o ciclista é aquele que anda em determinado lugar e tempo, mais depressa que o cidadão comum, ninguem sai de sua casa para vêr um ciclista subir a lagoa do fogo à mesma velocidade que ele.
- Ninguem sai de casa para ver um circuito de btt sem piada nem quedas, mas que tem de ser assim para todos poderem entrar e nenhum poder evoluir.
- Alguns vão ver circuitos de DH onde os atletas dão a entender (aos Micaelenses) que andam bem, e afinal não será bem assim (uma vez disse-me um amigo daí: Temos cá muitos gajos a andar muito. Foi daquei um gajo que não faz provas e rapou-os todos.
Não somos bons quando ganhamos o vizinho do lado, somos bons quando trabalhamos para isso, e então vejo vários (Jormed, JPA, Viveiros etc)
Para terminar o ciclismo tem de vir junto das populações embora pense que as vacas também gostem.
Vamos evoluir e força nas canetas.

5 comentários:

Ludovic disse...

Também concordo consigo. Ninguém é o MAIOR só por ganhar ao ppl da sua rua. Isto tudo tem mto q se lhe diga, mas a verdade é q vivemos numa ilha, e o ppl treina mto tendo em vista a concorrência local... Big Mistake. Depois, e nem é preciso ir buscar ppl a LX, basta ir buscar o Cardoso ao Faial, e nós cá levamos é sempre de minutos para cima (é q nem hipotese de segundos, ou rodas há. É logo minutos!!!). E axo q sim senhor. O Cardoso ganha com mérito. ...Nas vindimas, na crono escalada, devia ter arrancado à 3/4 mints, e o cardoso já me dobrava, q até parecia q ia de moto...a minha bikla n ajudava mto tb, mas era uma razao de 8 para 80... Quanto às populações, isto deixa mto a desejar, por mta boa vontade q tenhamos. É bocas foleiras, apitadelas, crianças no meio da rua propositadam/... é um problema social... Mas como temos vindo a dizer... a nós, ninguém nos cala, ninguém nos para. A mim nada disto me afecta. Só mesmo qdo vou ao tapete...(de alcatrão) ai doi mesmo, e deixa marcas fisicas. De resto, pode contar cmg, q tou lá.
Por falar em Barrosa, axo q ela tá em falta no calendário de estrada. É apenas uma sugestão, pq como tava a dizer, é daqueles sitios q dá gosto ver uma etapa...faz lembrar os pirinéus do "tour" em versao XXXS ("tás a 40 s", etc, etc).
Abraço, SòBike. Continuacao de Bom trabalho. Até agora, de 0 a 20, leva o 18... os dois valores q faltam é à espera das duas provas de estrada q possam aparecer... sobe logo para 20 em 20. Força!

Neowex disse...

Concordo contigo plenamente Joao Cardoso.
Temos de nos esforçar cada vez mais se queremos chegar a algum lado.
Mas sempre com fair play e sem passar por cima de ninguem.
Abraço

jormed disse...

Este post bem se podia chamar: Lição sobre o que deve ser, e como deve ser encarado o ciclismo!
Incisivo como sempre, o nosso amigo João Cardoso finalmente volta a colocar um daqueles posts que não deixa ninguém indiferente!

Podia citar vários excertos do texto, mas um ficou-me aqui na mente, sobre o XC: "todos poderem entrar e nenhum poder evoluir!!"
No fundo isto vem dar continuidade ao comentário que deixaste por ai algures e que diz mais ou menos assim: é o ciclista que se deve moldar ao circuito e não o contrário! Não é preciso dizer mais nada...
Isto aplica-se ao XC, mas também à estrada e ao DH. O ciclista tem de treinar de forma a se adaptar da melhor forma ao que se lhe vai deparar: uma subida, uma descida, um drop, um plano...
Se não se é perfeito num determinado terreno, só resta treinar até conseguir ser melhor, isto se se tem em mente vencer!

Já dizia o Octávio Malvado: muito trabalho, trabalho, trabalho...
É isto que faz um ciclista ser melhor e mais forte!

Já agora Cardoso, como vai essa recuperação??
Um abraço

jocardoso disse...

Pessoal, quando escrevi que um gajo os rapou todos, estava-me referindo ao Pedro Correia no DH, e só o disse, porque penso que deveria haver mais ambição dos vossos atletas nesta vertente, não se contentarem em ganhar o seu amigo do lado, mas sim ficar bem classificado no Continente.
Quando referi o tenista, foi pelo facto dele se superiorizar em relação aos seus colegas, quando na verdade não era nada por aí além, mas respeito todos eles, embora pense de maneira diferente.
Abraços para todos.
Jormed, a saúde está melhorando, já fiz o primeiro treino, obrigado.

Luís disse...

Tb concordo ctg JoCardoso, eu estou numa situação destas, leia-se pior que esta pk este ano so vou competir em estrada, e sem ninguem do meu escalao para competir(penso eu), vou esperar ke venham os nossos compatriotas d terceira que andam mt melhor que eu, a pelo menos uma prova, mas n me interessa ganhar sem competição, so vou lutar pela geral. Mas oxalá apareça alguem sub 23 para estrada...

Cardoso, espero que tenhas rápidas melhoras e ke esta lesao nao te afecte, tu que és tao "necessario" ao ciclismo Açoriano e nao só...

Boax pedaladas