quarta-feira, abril 26, 2006

CYCLOHORTA 2006

Quando aqui dei conhecimento desta volta e a voçês em primeiro lugar, tinhamos a previsão para 15 atletas vindos de fora da ilha, na altura foi me dito que na mesma data havia uma prova de btt para a taça. Neste momento a situação já não é quem pode vir, mas a quem poderemos dar estadia e alimentação, pois só temos 5 atletas em falta para completar esses 15. Não vos querendo pressionar é favor me dizerem se realmente estão interessados. Claro que teriamos muito gosto em vos ter cá, mas não quero interferir com o vosso campeonato.

Quando eu corria, faziamos as provas até Junho, depois seriam as voltas, e se ainda houvesse tempo fariamos outras provas.

Mas os tempos são outros, não é verdade?

Abraços.

Biklas

12 comentários:

jocardoso disse...

Certo Rui, em principio conto contigo, João Paulo e Viveiros tambem penso que virão embora não tenha falado com eles, vou contacta-los por telefone.
O que se passa é que já temos 2 equipes do continente para vir, e tem outras interessadas, mas com isto não quero pôr os meus amigos de fora da volta, só que de facto preciso que me digam se completam esses 5 em falta ou não, é que quando anunciei uma volta de 4 dias para veteranos (os do continente), toda a gente quer vir.
Abraços

Ludovic disse...

Como ninguém anda a tocar nos pontos delicados, vou meter o dedo na ferida, pq pode-se dizer q até "doi". Eu tb tenho vontade de ir à vossa CYCLOHORTA 2006, e como eu, mtos mais sei q apreciariam participar, mas como há sobreposição de datas, e tá-me a parecer q n houve diálogo ou alguma forma de isto acontecer, entre a ACTA e o NC (entidade organizadora das Taças de S.Miguel) o mais certo é eu, pessoalmente não poder participar, por já estar inserido na outra competição. Estas cenas, pq realmente são cenas, aborrecem quem corre por gosto, pq se realmente a ACTA tem sempre aquela data para a realização da prova(foi o q foi dado a entender, por causa da semana do mar/patrocinios, etc...tudo mto compreensivel até aqui, e justificado), n se percebe pq é q a ACTA n interviu/chamou a atenção de quem por cá anda a organizar as provas(NC) no lançamento do nosso calendário(q já saiu à mto).
Podem-me dizer q se calhar n têm q intervir em lado nenhum, mas se é do interesse ou pelo menos dar a liberdade a q TODOS possam OPTAR IR ou NÃO IR, na altura do lançamento do calendário para S.Miguel 2006, que foi em meados de Fevereiro deveria ter sido feita uma chamada de atenção.
A mim custa-me ver estas acções implcáveis, sem sequer ter visto/ouvido falar numa tentativa de se fazer qq coisa, para quem quisesse fazer a CYCLOHORTA, e tivesse a participar tb na taça de XC S.Miguel terem hipotese de alinharem à partida!
Axo q assim, se calhar continuaremos pequeninos, cada qual no seu pedacinho de terra rodeado por mar por todos os lados(definição de ilha) sem podermos conviver/trocar impressões/aprender/divertir/ pedalar/rolar/subir/descer/etc com mais ppl.

Já me alarguei mais do q queria, e já estou a divagar.
Conheço ambas as entidades organizadoras, e acredito q possa ter sido uma falha de falta de atenção e comunicação. Só q realmente nesta altura do "campeonato" n sei se alguma coisa pode ser feita. Se sim, q se faça. Se não, a vida continua, e é uma pena n podermos optar por ir.

jocardoso disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
sóBIKE disse...

Ok..João agora já me toca os teus comentários ou recados.
Andas a ver mal,
em relação à mudança de prova..a unica mudança que houve foi de local e não de prova...a mesma será de XC...como agendado..e por razões que nos transcedem...( se me perguntasses eu tinha te informado o porquê )o que não faria-mos de forma alguma era anular uma prova agendada desde 16 de Fevereiro quando foram apresentadas as provas das Taças para certas datas ( neste caso 14 de Maio )e porque a maioria dos atletas micaelenses para quem estas Taças foram elaboradas...há nuito que treina com este propósito..já que é ponto assente do Clube Desportivo NC que o calendário apresentado ou MAU ou BOM é para ser cumprido.
Se este ano e ainda em relação ao calendário no final fizer-mos um balanço de que não era o mais correcto...para o ano trataremos de o corrigir,com a ajuda dos atletas que este ano o disputaram.
Este foi o calendário possivel dentro de várias limitações,tais como,não "chocar" com outras actividades desportivas já anunciadas( Rallys,Motos,etc..)no inicio da época , e levando em conta tambem a vida privada e profissional das pessoas que decidiram levar em frente este projecto.
Quanto o teu "desabafo" de João Cardoso nunca mais em S.Miguel a unica coisa que te posso dizer é que lamento a tua atitude,mas quem sou eu para te fazer mudar de ideias?

jocardoso disse...

A reunião onde foi entregue o projecto para o Cyclohorta foi esta semana, como poderiamos dar a conhecer datas de uma volta que ainda não sabiamos se realizariamos.
Aqui só temos uma Câmara,não podemos fazer mais.
Se uma prova do n/campeonato coincidisse com as Vindimas, é claro que uma volta está sempre primeiro, porque uma taça ou troféu de ilha o seu objectivo deve ser de preparação para provas com outros atletas de outros locais, isto é o meu ponto de vista e sempre será.
Não me magoa o caso de virem ou não, apenas me custa a vossa apreciação desta modalidade, se calhar isso explica muita coisa.
Eu já tinha conhecimento das datas da taça o comentário (nenhuma data será alterada) penso ser infeliz quando o que se pretende é evoluir no ciclismo, não é um caso de teimosia (pelo menos da minha parte).
O ciclismo terá de dar prazer a quem participa e aos que organizam.
Percebo o ponto de vista (ao ir á volta estou a minorizar a taça e seus organizadores), mas o caso não é esse, nem me passa pela cabeça tal comparação.
SÓ É NESTA DATA, PORQUE A ACTA É POBRE E NÃO PODE FAZER A PROVA SEM O APOIO DA CAMARA (NÃO É BRAÇO DE FERRO).
Boa sorte mas não se esqueçam (quem ganha o vizinho do lado não anda bém, apenas convence o jornalista menos informado).
Abraços

jocardoso disse...

Sr. Luis, neste momento o nacional de estrada para veteranos não se sabe se será em 21 ou 28 maio, caso um atleta vosso pretendesse entrar como poderia fazer havendo duas datas, uma delas poderia coincidir com a taça (fatava á taça e ficaria chateado consigo, ou faltava ao campeonato para que estava treinando)?
Isto é desporto não é negócio ou tem de ser tudo preto no branco. E alem de desporto é amador, na parte dos atletas como da parte organizativa.

jocardoso disse...

Mais uma coisa sr Luis, para ver que vejo bem. Se a prova que foi mudada tivesse um patrocinio para aquele local e data como é o caso do Cyclohorta, essa prova não se realizaria, Certo?
Percebo um pouco de ciclismo, e não se deve lembrar de o ter chamado cego.

sóBIKE disse...

Sr.João Cardoso
O respeito que me mereçe leva a que
eu lhe responda pela ultima vez.
Os atletas micaelenses são livres de disputarem as provas que quiseram...ou seja não os posso proibir de ir a qualquer lado e na data que entenderam disputar as provas que o quiserem.
A ACTA se ter lembrado de organizar o CYCLOHORTA a meu ver tardiamente é problema Vosso.
A informação de nenhuma data será alterada tem a ver com o calendário ( e já com o problema do Cerrado dos Bezerros )e não com o Vosso evento.
Não percebo como é que afirma
" isto é desporto não é negócios " porque pela parte que me toca não estou envolvido em negócios do ramo e só perco tempo e dinheiro.
Quanto ao Campeonato Nacional tivemos o cuidado de deixar vagas essas datas como pode constactar pelo calendário,o que permite que os atletas micaelenses participem se assim o quiserem.
Quanto à prova e ao patrocinio para o XC da Vila Franca os nossos patrocinadores como pode verificar continuam conosco e a prova irá encerrar a Taça a 22 de Outubro o que só demonstra que os ( poucos )apoios que conseguimos acreditam e confiam em nós.
Por ultimo o eu ponto de vista sobre as Taças servirem para preparação para outros
"confrontos" permita-me discordar...e sabe porquê?
Porque neste momento nenhuma ilha imcluindo a Vossa apresentou seja o que for a não ser o CYCLOHORTA.
Portanto os "confrontos" serão com quem ?
Se a ACTA ou alguma outra Associação tivesse apresentado um programa para esta época quem sabe a coisa seria diferente,mas como não antevejo nada disto acho que procedemos o melhor possivel ao
" tratarmos de nós...atletas micaelenses " e pormos em andamento um comboio que se encontrava parado à quase 10 anos.
Quanto ao...e cito as minhas palavras "ANDAS A VER MAL" peço desculpa se o ofendi ...mas ir ao ponto de dizer que lhe chamei cego?
Sr.João Cardoso o respeito que tenho por si como atleta garanto-lhe que não ficou beliscado.
A sua velha máxima " quem ganha ao vizinho do lado não anda bem " bem como outras que normalmente usa acho que já está gasta.
Será melhor os atletas micaelenses competirem entre si...ou não competirem?
Será melhor os atletas micaelenses estarem sempre numa incógnita se irá haver provas e quem as fará?
Será melhor os atletas micaelenses disputarem uma Taça da sua Ilha , do que estarem pendentes que uma ilha não interessa qual se decida a organizar um evento quando lhes for possivel?
Sr.João Cardoso como já não é novidade para si e para ninguem começo a discordar consigo em inumeros aspectos...mas como o Sr. mesmo diz " percebo um pouco de ciclismo " e eu sei que o Sr.percebe muito mesmo muito mais do que eu...mas não pode de maneira alguma modificar algo que não lhe diz respeito algum...que são as TAÇAS DE SÃO MIGUEL 2006 que
foram elaboradas BEM ou MAL para os atletas de São Miguel poderem competir em algo mais do que provas esporádicas.

jormed disse...

Não era suposto isto ter tomado esta direcção! Não era de forma nenhuma o mais recomendável, mas infelizmente foi!
Não quero de forma nenhuma lançar mais achas para a fogueira, apenas fazer algumas observações, ou se quiserem, a minha leitura de tudo isto!

O calendário está lançado desde Fevereiro... grande novidade esta! O mesmo foi elaborado tendo em linha de conta diversos aspectos, entre os quais condições impostas por quem nos apoia. Não é novidade que desde há 3 anos que a freguesia da Maia tem feito questão de ter na sua freguesia provas de BTT e tem sido uma das principais impulsionadoras destes eventos. Não é novidade também que as mesmas têm decorrido sempre durante os meses de Julho e sobretudo Agosto. Este ano ainda por cima sendo provas federadas maior o interesse.
Num post que lancei em 29 de Dezembro (se tiverem paciência podem ver), as 2 provas a decorrer na Maia surgem em Setembro e Outubro. Quando os responsáveis da Junta viram as datas por nós propostas, torceram o nariz e solicitaram que as mesmas passassem para o mês de Agosto, porque lhes seria mais conveniente, por razões que lhes dizem respeito. E assim foi feito. Até aqui nada de anormal.

Já demos a entender por várias vezes que teremos muito gosto em ter atletas de outras ilhas ou mesmo do continente nas mesmas. Inclusive dissemos que iríamos fazer os possíveis por dar algum tipo de apoio a quem cá viesse. Há 3 meses que o calendário é conhecido e ninguém do Faial disse abertamente que viria ou teria interesse em vir cá fazer a prova X, Y ou Z. Nada, népias... Excepção feita ao Survivor que disse que seria muito provável vir a 14 de Maio. Tu próprio deste a entender que poderias vir em Junho ou Julho, mas nada de concreto.

Há poucos dias ficamos a saber que no Faial iria decorrer o CYCLOHORTA e por azar numa data coincidente com uma das poucas provas cuja a data foi sugerida expressamente pela entidade apoiante: Maia a 6 de Agosto. Ninguém de cá respondeu, excepto o Rui Dias que fez uma observação.
4 ou 5 dias depois ficamos a saber que já só teriam hipótese de apoiar mais 5 atletas do exterior, no meio de algumas farpas um pouco desajustadas. Novamente silêncio, excepto Rui Dias de novo que lança mais uma observação.
Hoje venho aqui ao Biklas e vejo alguns desenvolvimentos. Veja a resposta do sobike a um comment do Cardoso que entretanto havia sido apagado (não tive oportunidade de ler), fazendo com que o comment do sobike pareça um pouco deslocado para quem lê, mas pela resposta dá para perceber que haveriam algumas farpas fortes no comment apagado. Percebe-se nitidamente que haveria um “São Miguel nunca mais” escrito por ali. Porquê esse comment e porquê o teres apagado?

Até aqui é tudo do conhecimento público. Agora vou dedicar-me ao que não é público.
3 meses não foram suficientes para ninguém se decidir se viria ou não a São Miguel, isto apesar de estarmos a 15 dias do início (excepção ao Rui Costa e ao Survivor(?)).
Agora eu pergunto? Não achas que o tempo dado não é suficiente para decidir uma ida ao Faial, a qual ainda está a 3 meses de distância e ainda por cima estaria dependente de uma alteração do nosso calendário, que como já expliquei não seria de modo nenhum fácil?
Uma primeira abordagem “off-record” que fiz junto de alguns atletas a pensar numa alteração do calendário, deu claramente a entender que o assunto não seria de modo nenhum pacífico, pois algumas pessoas a competir na Taça de XC estariam fora da ilha a partir de 6 de Agosto. Passar para Setembro iria contrariar os responsáveis da Maia e isso está fora de questão.

Uma alteração da data de agosto teria de ter sido feita com comum acordo de toda a gente e não apenas dos interessados em ir ao Faial.
Para mim foi um infeliz coincidência de datas, que não justificam de modo nenhum o que se está a passar, pois isto não é bom para ninguém. Quem perde é a modalidade!
A reacção que tiveste no comment que foi apagado não deve ter sido muito soft para ter motivado uma resposta por parte do Sr. Luís, pois tínhamos combinado entre nós não intervir neste assunto até tentar encontrar uma solução para a infeliz coincidência de datas. Para mim nada é irreversível, mas da forma que as coisas estão não vislumbro uma solução, pelo menos desta vez, infelizmente.

É do interesse de todas as partes que haja competição entre atletas das diferentes ilhas. Defendo isto, e vou continuar a defender sempre!
Abraço!

jocardoso disse...

Amigo Jormed, nunca pretendi mudar prova nenhuma da taça, a única coisa que desejava seria os 4 elementos que cá viessem não serem mal interpretados nem porem em risco organização dessa mesma taça.
Não se trata duma prova, mas sim duma volta. Nunca dei a conhecer minha participação em provas da taça porque não tenho condições financeiras para gastar algum dinheiro numa prova de um só dia nos Açôres, claro que isso nunca foi dito para as Vindimas. Nunca convidaria (se viessem teriamos todo o gosto) vocês a participar em provas do nosso campeonato porque acho não ter o interesse suficiente para os gastos que acarreta as aos atletas.
Esta forma de dar prioridade às voltas e depois as provas de campeonatos não é só minha, o que se passa é que a seguir ao sismo de 98 o ciclismo praticamente morreu, depois surgiram pessoas novas com novas ideias.
Agora te garanto Jormed, se 2 ou 3 elementos de cá forem às Vindimas, o nosso campeonato aguarda, isto não é só falar é o que sempre aconteceu, claro que aí se sairem 4 nem é preciso cancelar nada, esses atletas perdem esses pontos (a ecolha é deles).
Amigo Jormed eu nem queria falar mais disto, foi só para te explicar.
Abraço Jormed (já sabes que o triatlo mudou para outubro)?

jocardoso disse...

Jormed, quando me quiseres contactar aqui vai o mail (joao_cardos@sapo.pt).

jormed disse...

A ideia inicial quando tomámos conhecimento das datas do CYCLOHORTA era tentar ver o que se podia fazer relativamente à nossa data de dia 6, dai o nosso silêncio inicial. Compreendemos perfeitamente a questão dos apoios e as datas que as entidades apoiantes sugerem. Isso é verdade para vocês e para nós também, como é óbvio.
Havia uma muito vaga hipótese de alterar o dia 6, sem comprometer o apoio da Junta da Maia. Os "problemas" surgiram foi com o pessoal que disputa as provas. O facto das datas estarem marcadas com tanta antecedência faz com que neste momento ninguém arranje DESCULPAS de mau pagador para não participar por não lhe dar jeito ou por desconhecimento.

Agora... se alterarmos datas, ainda por cima em Agosto e surgir alguém que diga: eu não posso porque não estou cá! Se essa pessoa estiver a ser sincera, estamos a prejudicar a sua participação numa prova em que o mais importante é a regularidade.

Pelos contactos que fiz a esse respeito essa situação iria acontecer de certeza e com vários atletas. Ia dar bronca para o nosso lado (organização). Estamos a falar de chegar a um acordo com cerca de 20 pessoas no XC e mais 15 no DH... é muita gente para chegar a um consenso.

Todos são livres de optar pelas provas que quiserem. Nunca, em momento algum, demos a entender que a Taça ficaria comprometida, ou que ficariamos chateados com quem for ao Faial... era o que faltava! Existem pessoas cá que podem ir e que não estão a fazer XC. É o caso do clube dos "limpinhos"... lol (São Vicente). Quem estiver a participar na Taça e for ao Faial, perde apenas os pontos que poderia conquistar nessa prova... nada mais. Obviamente que se for alguém como o Viveiros, significa, em condições normais, perder a hipótese de lutar por um lugar no pódio (refiro-me mesmo ao 3.º lugar) na classificação final da Taça de XC. Mas ai a opção é dele.

Só espero que de futuro estas situações sejam evitadas, porque não é bom para as Organizações nem para nós atletas. Ainda por cima estou nos 2 lados e isto toca-me das 2 formas...
Em condições normais estariam reunidas condições para irem disputar a vossa prova uns 10-12 atletas de São Miguel em representação dos 3 Clubes (e não apenas os 5 que estariam ainda disponíveis)...
É isto que tinha a acrescentar!

Vemo-nos em Outubro no Triatlo (se não for a 22 de Outubro obviamente), ou então mais cedo cá em São Miguel, mas isso ai vai depender de ti!
Boa sorte para o Cyclohorta.
Um abraço.