segunda-feira, maio 29, 2006

BATALHA -XC...quando as coisas começam mal..costumam...a acabar bem


Pela 1ª vez e espero que não seja a última estou a usar para postar uma foto de mais uma vitória do " Jormed "...que continua imparável...
Pela primeira vez tambem estou a usar uma foto "local" para os mais puritanos, de uma vez por todas ficarem descansados que vai chegar a sua vez...
Mas o titulo deste Post não tem nada a ver com a foto...não tem não...tem a ver com outra realidade...
A FALTA DE VISÃO ( para não dizer mais pk este site está cada vez mais público)dos nossos governantes a todos os niveis...desde Directores Regionais a Presidentes de Câmara...que infelizmente nós elegemos...
E isto vem a propósito de quê?
Pois meus amigos hoje foi um dia " triste " para todos nós que vivemos e respiramos bicicletas...
Mais uma vez...uma edilidade ( e como gosto de chamar pelos seus nomes os bois) mais precisamente a Câmara Municipal da Ribeira Grande...pela pessoa do seu presidente...que no inicio da época após receber um oficio nosso (como todas as outras Câmaras) endereçou-nos tambem um oficio a perguntar como nos poderiam auxiliar.
Ora meus amigos são estes os nossos dirigentes...
Primeiro teem o desplante de nos perguntar como nos podem auxiliar...reunem conosco...dão-nos esperanças...deixam passar o tempo...e de seguida " puxam-nos o tapete "...
Algo vai mal no reino de César...espero só que não lhe puxem o tapete tambem...
A nossa missão tornou-se mais dificil...mas não impossivel...no dia 4 de Junho as bicicletas vão rodar na Batalha...foi feito hoje mesmo ao final da tarde um novo reconhecimento ao percurso e consequente desvio do dito concelho da dita edilidade...enveredamos mais uma vez por propriedades privadas...desta feita e mais uma vez , será 100% utilizado trilhos em propriedades particulares...pk felizmente ainda existem pessoas que admiram o nosso empenho por um desporto que não só é VERDE...sim VERDE (no sentido do não poluente) que cativa desde jovens a veteranos...e divulga tambem a nossa região na sua proporção já que...a nossa meta é atingir sim...ATINGIR um sonho que já faz parte do nosso imaginário que é a Taça Açores e que é....SIM colocar uma prova no Taça de Portugal de B.T.T.- XC ou D.H. (coisa que a Madeira já tem à alguns anos)...mas na Madeira tem lá um SENHOR que se chama João Jardim.
Hoje tentaram " nos abater " mas não conseguiram...não o vão conseguir...nunca o irão conseguir....ficamos mais fortes...o fedback da parte de alguns atletas que já tomaram conhecimento é tal que já se prontificaram a " AJUDAR FINANCEIRANEMTE " dentro do possivel para que a prova não caisse...
É o contraste total em relação a outros desportos...que os mesmos são pagos até por dinheiros públicos para correrem...e até às vezes...nem correm.
Estamos meus amigos...desolados...mas não nos vão silenciar...nem tão pouco...nos abater...SÓ A TIRO NOS CONSEGUEM ABATER...
LUIS F.C.CARREIRO
Director da Organização
Lic.UCI POR.19570110
Lic.UVC/FPC 83668

9 comentários:

melo disse...

Já era de esperar! Não acredito que este executivo camarário tenha má vontade, ao que sabemos desde algum tempo é que a Câmara da R. Grande herdou um buraco financeiro e neste momento tão "tesos" que nem carapaus. Temos é de garantir um contrato programa com Direção Regional Desporto,para o próximo ano. Pode não ser grande, mas a comparticipação é garantida se as coisas forem apresentadas a tempo e horas.

jormed disse...

Tens toda a razão Melo. Obviamente que a situação financeira das Câmaras não é muito saudável. Mas pronto. Podiam ter dito logo. Apoiaram a Gorreana e lá na entrega dos troféus foi-nos dito publicamente que continuariam a receber-nos no concelho com todo o gosto (devem ter ouvido isso, ou só eu é que ouvi?).

Hoje dizem-nos que o ciclismo não constitui uma mais-valia (para eles) e decidem não apoiar mais nenhuma prova, mesmo depois de numa reunião há 15 dias nos terem continuado a dar esperanças... apenas critico a forma como as coisas foram conduzidas, mais nada. Cada entidade tem legitimidade de escolher o que quer apoiar ou não... isso não está em questão.
Se o ciclismo não é uma prioridade, pois que continuem a apoiar um Rally que nem sai para a estrada... deve dar mais retorno à autarquia sem dúvida!

Continuo a concordar contigo relativamente à DREFD. Julgo que estamos a desenvolver um trabalho que nos permitirá chegar a Setembro com obra feita e com legitimidade para reclamar apoios por parte da DREFD a tempo e horas para a continuação das provas oficiais de ciclismo em 2007. Mas temos TODOS (!!!) de exigir mais da União Velocipédica, pois sem ela neste engrenagem fica tudo mais complicado.
É preciso organizar urgentemente um curso de treinadores e outro de comissários para as provas e Clubes terem a situação devidamente regularizada em 2007. Isto deve ser da competência exclusiva da União Velocipédica. Que raio... não lhes estamos a pedir mais nada.
Sem estes agentes o ciclismo não irá evoluir como deve ser:
- uma porque as provas não ficam devidamente reconhecidas em termos federativos por falta de comissários
- outra porque os Clubes terão muitas dificuldades (nenhuma hipótese mesmo) em concorrer aos apoios a que terão direito sem treinadores credenciados.

E não tem sido por falta de insistência da minha parte. Já pedi inúmeras vezes (ao Presidente da UVSS) para ser realizada uma assembleia geral da União Velocipédica, mas os pedidos têm caido em saco roto... Em Fevereiro assinamos um protocolo e na altura disse que o mesmo iria ser tornado público.. até agora tenho faltado ao prometido. Mas o clube agora tem uma página (http://clubenc.no.sapo.pt) e vou lá colocar o protocolo em PDF ainda esta semana...

melo disse...

Voltando à questão da Câmara; se as coisas foram assim colocadas pelos responsáveis, então o caso muda de figura. Pois prestaram um péssimo serviço como autarcas e manifestaram-se como homens de fraco caracter e de palavra. Em relação ao rali tens razão,jormed, mas nunca assisti a tanta cobertura mediática a uma prova que não se realizou, ora vejamos, telejornal, teledesporto e principalmente O Maquinas e (pouco) Lazer que à três semanas que vem batendo sempre no mesmo assunto, buscando e rebuscando temas e subtemas etc... sobre algo que não aconteceu. O Nome da Câmara foi sempre falado, sempre pressionado. Enfim, são os lobbis que nos motores são muito fortes e no ciclismo simplesmente não existem. Falta-nos alguma influência e mediatização para além de algum poder de pressão. Pode ser que através deste blog, que parece que é lido por cada vez mais gente, surja este tipo de influência.
Já agora DREFD agora chama-se DRD (Direcção Regional do Desporto) pois a EF(Educação Física) passou para a alçada da Secretaria Regional da Educação.

survivor disse...

Pois é! Concordo com o Melo. Mas, se as Camaras não têm dinheiro, então porke prometem o ke não têm? Ke diabo! Não custa nada dizer: Não podemos e pronto! Assunto arrumado. O ke não se deve fazer é criar falsas espectativas aos Clubes, atletas e organizadores. É Claro ke falo de ciclismo, ke têm os seus orgãos próprios e legítimos.
Ah! E por falar nisso. Onde estão os Srºs. da UVSS, ke nem aparecem a dar a cara nas provas nem em lado nenhum e fogem das responsabilidades como do diabo da Cruz?
Tenham vergonha e apareçam! Ou será ke o "medo" (...) impera por algum motivo!? Apareçam e convokem uma assembleia geral o mais rapidamente possível, para bem do ciclismo ...
Força sóBIKE! Força NC! Não se deixem ir abaixo...abraços!!

Ludovic disse...

Não gosto mto de dizer isso, mas infelizmente o factor C tem mta influência nesta terra ("CUNHA"). Se conheceres alguém no canal televisivo(q nem falo em nomes, pq n vale a pena), o canal vai lá estar. Como alguém já disse, "o apresentador xpto precisa de ir à bola comigo para q vá alguém fazer a cobertura das provas". Se calhar é mesmo verdade. No caso do máquinas, n percebo pq é q só houve cobertura da primeira prova de DH. Será q foi por ter sido a 1ª prova oficial? Depois na gorrena, se n tou em erro já n apareceu nada no máquinas, e a queda aparatosa do clife era merecedora de aparecer!... A realidade é q existe uma total atmosfera de nevoeiro q n puxa o ciclismo para terra. É qq coisa de impressionante. Axo q se passa um pouco tb a nivel nacional, mas n tanto como cá. Lá fora os apoios vao existindo. Existem boas equipas, boas condições. Há centenas de eventos apoiados. A própria sociedade aplaude, elogia qdo vê um ciclista, alguem em cima de uma bicicleta na estrada. Deixem-me q vos diga, isto cá(s.miguel) no ultimo ano e meio, só me deve ter acontecido uma vez... e o carro tinha autocolante atrás...tá tudo explicado. Turistas!...os restantes, se calhar ainda fazem q vao por o carro por cima de nós.
Se calhar é um problema de educação. Nas escolas, o ciclismo n deve estar incluido nos programas, mas isso o melo se calhar pode-nos dizer se começa ai o problema. Uma bola de futebol será sempre mais barata q uma bicicleta, e um futebolista ainda poderá ganhar algum €€ enquanto um ciclista só ganhará despesas para repor material partido. Tb axo q exste mto aquela coisa do ppl n ir às provas pq axa q n vai ganhar, q tem vergonha, ou sei lá o q. No entanto existem centenas de bicicletas penduradas nas garagens...deve ser só para mostrar e passear na avenida ao final do dia. E ai origina-se o problema de n conseguirmos ter força. Somos poucos, n estamos a conseguir trazer mais ppl para a modalidade, e como poucos q somos, acabamos por n ter força... Lembrei-me agora...Se fosse para irmos para a batalha das limas na avenida, haveria logo uns gigabytes de €€ para meter uns 3, 4 , ou mais camioes com umas dezenas de jovens alcoolizados em cima a atirar sacos e limas de água... em suma, alguns comas alcoolicos, cabeças rachadas,etc , mais despesa para a saude publica, do q a q se teria nuns apoios a umas provas.
Esta matéria farta-me, pq passam os anos, mudam os protagonistas, fico velho, e já me começo a fartar disso por ser sempre a mesma coisa, ou pior. Eu ando e gosto de correr de bicicleta. Na PTG 100 vi quase 3000 pessoas como eu, homens, mulheres, portugueses, espanhois, micaelenses, faialenses, picarotos, algarvios, alfacinhas, tripeiros, etc, centenas de marcas a apoiarem, incrivel! Um Universo q dava forças, mesmo a quem n as tivesse. Tão perto, e tão longe ao mesmo tempo... Como o mar consegue ser fdd...
...Dormir, q se faz tarde.

Ricardo disse...

Pouco me resta dizer, mas acho isso tudo muito triste. Ha uns anos atrás tinhamos os meios, não tinhamos eram pessoas com a devida competencia, hj inverteram-se as coisas.
É que nós nem pedimos muito, já que todo o custo do material sai do nosso bolso ( bicicletas, equipamentos e a manutenção), enquanto que nas outras modalidades e oferecido, só queremos apoios para realizar provas com condições!

T. M. disse...

Bolas Ludo tu andas mesmo inspirado!
Assino por baixo o que disseste e reafirmo que o problema por cá é a pequenez. Da mentalidade...

Clife disse...

Bora fazer um baixo assinado? Escreve-se um texto que tenha td aquilo k foi aki dito e depois assina-se por baixo, e depois os amigos assinam etc etc etc... e entrega-se onde deve ser entregue, em quem precisa ouvir. Enfim, lá tou eu c/ ideias doidas, mas era o k apetecia fazer!!!

Carlos Silva disse...

Aproveito o espírito deste post para desabafar (e também justificar) algumas situações que se verificaram durante o IV GP do NORDESTE.
Primeiro, tive de anular uma etapa na Tronqueira, simplesmente porque a entidade que autoriza a circulação naquela via ESQUECEU-SE da autorização...isto só visto.
Se fosse para um Rally qualquer, não se esqueciam.
Depois, os Bombeiros Voluntários de Nordeste não apareceram na prova; depois de indagar o porquê, disseram-me que "o fax não chegou legivel, e não nos compete telefonar para corrigir a situação".
Ora, se o Inatel recebeu um comprovativo em como o Fax chegou aos BVN...enfim.
Ninguém está para se chatear com nada, e esta postura agora da CMRG para com a prova da Batalha só vem confirmar aquilo que eu já sabia, pois quando tentei fazer um GP de 4 etapas neste concelho, apenas me autorizaram um Up-Hill, e demoraram MESES para me dar a autorização.